Polícia Civil utilizará WhatsApp no combate ao tráfico de drogas no MA

Do G1Ma

Serviço no WhatsApp começa a funcionar a partir desta segunda-feira (11).
Denúncias anônimas podem ser feita 24 horas por dia para agentes.

O cidadão pode nos ajudar relatando dados dos crimes de forma sigilosa (Foto: Michel Sousa/G1)
O cidadão pode nos ajudar relatando dados dos crimes de forma sigilosa (Foto: Michel Sousa/G1)
A Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc) do Maranhão criou uma conta no aplicativo WhatsApp para que a população possa realizar denúncias sobre o tráfico de drogas. O serviço de atendimento começa a funcionar nesta segunda-feira (11) e é válido para todo o estado.
De acordo com a Polícia Civil, o projeto tem por objetivo oferecer ao cidadão uma ferramenta para denunciar de forma sigilosa a prática de crimes nos municípios maranhenses. O número para denúncia é (98) 9163-4899. A partir das informações que forem repassadas, será iniciado um serviço de investigação e monitoramento, garantindo uma resposta satisfatória para a população.
Ao G1, o diretor da Senarc, Carlos Alessandro, explicou que as denúncias da população serão recebidas por uma equipe na central de operações, em São Luís. O local funcionará 24 horas por dia. Após o recebimento da denúncia, a central vai repassar as informações obtidas para os agentes fazerem a apuração.
“O cidadão pode nos ajudar relatando dados dos crimes, como características físicas, a localização do suspeito e a indicação dos pontos de vendas de drogas, principalmente. Ninguém precisa ter medo de denunciar. O serviço é sigiloso e não haverá nenhuma exposição da testemunha”, garantiu o delegado.
A professora Raimunda Rosa, de 32 anos, acredita que o serviço será muito útil e vai agradar a comunidade. “Será ótimo, estava na hora já de começarem a utilizar a tecnologia. Hoje em dia é essencial, as pessoas vão participar muito e podem até mandar informações em tempo real, que vão ajudar os policiais”, declarou a educadora.
O lançamento do WhatsApp da Senarc está marcado para esta segunda-feira (11), na sede da Senarc, localizada no prédio da Superintendência de Investigações Criminais (Seic), no Bairro de Fátima.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo