Saiba todo o desfecho sobre o caso da morte do zedoquense Maurílio dos Santos

Se encontra preso à disposição da Justiça, acusado pelo crime de latrocínio, (roubo seguido de morte) o segurança particular Clevisson Batista da Silva. 


Acusado (camisa preta) senda encaminhado para exames no IML
O homem que tem 30 anos de idade foi pego pela guarnição do sargento PM Ademilson, por volta das 02h00, da madrugada de domingo, 03, em um bar localizado na rua Cláudio Coutinho com a rua 24 de Março, bairro da Paz.O acusado foi localizado por uma parente do gerente de lanchonete Maurílio dos Santos Gomes, 33 anos, que estava desaparecido desde a sexta-feira (1) e foi brutalmente morto. 


Clevisson Batista foi encontrado de posse de uma moto Honda Bros, preta, placa NND-1640 que se encontrava estacionada próximo ao bar e que é de propriedade de Maurílio dos Santos. Ao ser abordado pela guarnição e indagado sobre a moto que estava em seu poder, Clevisson Batista, tentou ludibriar a polícia alegando que teria comprado a mesma por R$ 400,00 e um celular, o que não convenceu o sargento PM Ademilson, que apresentou o suspeito juntamente com a moto e o celular da vítima na delegacia. Interrogado pelo Delegado plantonista Nelson Alves Júnior, o acusado mais uma vez tentou enrolar a polícia, dando outro endereço de moradia para a autoridade policial. 

Ao ser perguntado sobre a vítima Maurílio dos Santos Gomes, o acusado dizia não saber, entretanto, somente pela manhã, o delegado recebeu uma ligação no telefone do próprio acusado, momento em que descobriu o atual endereço de Clevisson Silva, Rua K-2, quadra 325, Lt 06, Bairro Cidade Jardim. 

Indo ao endereço do acusado, a equipe de investigadores Ricardo e Max encontrou o corpo de Maurílio Santos em adiantado estado de putrefação em um colchão no chão com aproximadamente 40 perfurações de punhal no peito e nas costas. Procurado pela reportagem para falar sobre as acusações que pesam sobre si, Clevisson não quis falar sobre o assunto. 

Pela manhã desta segunda-feira (4), Clevisson Batista foi encaminhado para realização de exames de corpo delito no IML de Parauapebas e em seguida será conduzido para carceragem do Sistema Prisional da Susipe no bairro Rio Verde.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo