Babuínos Zedoquenses: Todo CUIDADO é pouco: Atenção Prefeito ou Prefeita de Zé Doca

BABUÍNO:Nome dado aos chamados babões"
“Uma das coisas que todo o prefeito deve ficar bem alerta são as pessoas que o cercam. Nada de mal termos amigos, parentes e pessoas que gostam da gente a nossa volta. Entretanto, há muito tempo que percebi o prejuízo político de muitos prefeitos que não retornam ao cargo por um simples detalhe: eles estavam cercados sempre das mesmas pessoas. Essas pessoas são o que a gente apelida no popular de “babão da prefeito(a)”. Nas fotos, nos vídeos da festa de aniversário do município, do carnaval, das inaugurações, das visitas ao interior da cidade, sempre o prefeito(a) aparece cercado das mesmas pessoas: os babões do prefeito(a). Isso acontece durante os quatro anos de um mandato. A reação do povo é a pior possível: criam abuso do prefeito em vê-lo sempre em volta dessa pequena elite de privilegiados. As vezes tem um cidadão que precisa conversar algo importante com o prefeito(a), mas ele fica inibido com os babões em torno dele, como se estivesse o protegendo dos importunos. Na maioria das vezes, os babões são os que dispensam o cidadão sem autorização do prefeito: “O prefeito(a) tá ocupado agora, amigo, volte outra hora, vá conversar com um secretário”, dispensam-no os babões. O cidadão, um eleitor honesto, direito, pai de família, não volta a procurar o prefeito e dificilmente volta a votar nele na próxima eleição. Em quatro anos, os estragos que os babões fazem no eleitorado de um prefeito são terríveis! Os babões não aceitam que outras pessoas se aproxime do prefeito, temendo concorrência. É só eles mesmos. E graças a isso, o prefeito passará quatro anos envolvidos apenas com esse pequeno número de pessoas, que na maioria das vezes são um bando de vagabundos. Os prefeitos que não se reelege estão de baixos das mesmas acusações: “Não se reelegeu porque não se mistura com o povo, só com aqueles babões", reclamam os eleitores. 

Compreendendo esse perigo, sendo prefeito(a) de Zé Doca, sempre viaje para os povoados nunca com as mesmas pessoas. Em público sempre fique com cidadãos diferentes para deixar bem claro que todos podem ficar perto de você prefeito(a) em qualquer ocasião. Fique atento(a) para não aparecer com as mesma pessoas inclusive nas fotos de eventos oficiais. A atenção e a companhia do prefeito(a) não pode está amarrada a um pequeno grupo compostos dos famosos babões, mas da população inteira do município.” – esse foi um dos conselhos que lhe dou, por Naã Ramos. A ou O, prefeito(a) de Zé Doca.  


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo