Prefeitura de Zé Doca persegue Servidores, Professores e desvios de função PAIRA na mesma?

Pela Primeira vez vez no município de  Zé Doca a humilhação é triplicada pelo tratamento abusivo contra os servidores do município. Dessa vez as vítimas da administração pública foram os professores. Ambos foram transferidos das escolas da zona urbana para zona rural, localizada a mais de 90 quilômetros da sede da cidade. São eles VIGIAS, PROFESSORES, ASGS. 

Babuínos Loucos por Status!!! 

“Valorizam as "picuinhas", e o pior, se cercam de pessoas fingidas e interesseiras SÃO OS AMIGOS DO PODER. Incorporam o adágio popular que diz " é melhor puxar saco do que puxar carroça". Amam o poder e por isso valorizam quem o detém, mesmo que tenham que compactuar com injustiças. Como se diz no popular o diploma nem sempre é sinal de sabedoria ou competência,”.

Item: 1°

Em outra parte, discorre sobre como a atual gestão tem perseguido os que lutam pela melhoria das condições de trabalho, e a principal delas é o corte de ponto de quem ousar participar das reuniões do sindicato. “Caso não havendo a autorização do PODER SUPREMO de Zé Doca e que não haja o seu consentimento, inclusive Digamos que tem umas Serventas cheias de prazer em executar, e mesmo sabendo que estão prejudicando os colegas de profissão, mais essa é ordem do Deus todo poderoso, tentam de todas as formas oprimir, suprimir, sufocar e coagir a luta sindical dos professores.”

Item: 2°

“Em sua página um professor escreveu, Alguém acha que é um vetor de combate ao Aedes, no entanto, pelo que estamos vendo e vivenciando, ela a Prefeitura é na verdade um mosquito da dengue transmissora do vírus da perseguição e do desmonte da luta sindical,” disse um professor que não quis se identificar. “Ela pode me perseguir também,” concluiu.

Item: 3°

DISSE um professor: "Uma educadora vai trabalhar a 38 km de distância das proximidade da sua residência; o “novo” local de trabalho é um colégio situado na zona rual da cidade. Já Rivaldo se quer foi informado onde seria seu local de trabalho. Segundo Joelma, desde janeiro de 2017 até a última semana de março uma série de  professores foram encaminhados para a Secretária de Educação para serem encaminhados aos seus devidos locais de trabalhos, locais esses escolhidos a dedo, O MAIS DISTANTE POSSÍVEL DE SUAS RESIDÊNCIAS. Perseguição politica?

Com as omissões da Secretária de Educação e do Prefeito(a) de Zé Doca, Os representantes dos |Professores levaram o caso ao Ministério Público. 

Os Professores Leudiana, Andrade e Héliana Disseram “O colégio para o qual foram transferidos sequer há estrutura pra inicio das aulas,  Além de terem sidos remanejados não recebem nenhum auxílio, o chamado difícil acesso, tudo sai do bolso dos mesmos, estamos pagando para trabalhar”, desabafaram. 
Joelma disse: "que vai procurar seus direitos e espera que a Justiça seja feita, pois, segundo ela, as práticas arbitrárias e revanchistas ainda são uma tônica no município".

Sobre Desvio de função essa será outra matéria.

DIRETOS DOS PROFESSORES, SAIBA MAIS:

CAPÍTULO VII

DO ESTÁGIO PROBATÓRIO

Art. 21- Estágio probatório é o período de dois anos de efetivo exercício, a contar da data do início deste, durante o qual são apurados os requisitos necessários à confirmação do funcionário no serviço público. 
§ 1º - Os requisitos de que trata este artigo são: 
I- idoneidade moral; 
II- assiduidade;
III- disciplina; 
IV- eficiência.

Art. 167- São deveres do funcionário:
III - urbanidade; 
IV - discrição; 
V - lealdade e respeito às instituições constitucionais e administrativas a que servir; 
VI - observância das normas legais e regulamentares; 
VII- obediência às ordens superiores, exceto quando manifestadamente ilegais;

CAPÍTULO III
DAS PROIBIÇÕES
Art. 168- Ao funcionário é proibido: Ver tópico

II - referir-se de modo depreciativo em informação, parecer ou despacho, às autoridades e a atos da Administração Pública, podendo, porém, em trabalho assinado, criticá-lo do ponto de vista doutrinário ou de organização de serviço;

XI - censurar pela imprensa ou por qualquer outro órgão de divulgação pública, as autoridades constituídas, podendo, porém, fazê-lo em trabalhos assinados, apreciando atos dessas autoridades, sob o ponto de vista doutrinário, com ânimo construtivo;

É Bom Saber:

INVOCO A CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA DE 1988:

Constituição brasileira de 1988
Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:
V - o pluralismo político
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, liberdade, igualdade, segurança e a propriedade, nos termos seguintes:
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;
VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;
IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença
Art. 220 A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.
§ 2º - É vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo