Processo Licitatório de Zé Doca É Definitivamente Anulado por Suspeita de "Fraude"?.

A Juíza da 1ª Vara da Comarca de Zé Doca-MA, Denise Pedrosa Torres, 'SUSPENDE' processo licitatório e Prefeita Josinha Cunha é 'obrigada' a 'ANULAR' pregão presencial Nº 11/2017.

DENISE PEDROSA TORRES - JUÍZA, DA 1ª VARA DA COMARCA DE ZÉ DOCA-MA

De início, damos os parabéns a Exmª, Juíza, da 1ª vara, da comarca de Zé Doca-MA, Denise Pedrosa Torres, pois sua imparcialidade perante os fatos foi de suma importância para a validade deste processo, garantindo assim, que os Princípios da Administração Pública fossem respeitados. Sem dúvidas, uma decisão digna de reverência.

Em síntese, o caso abaixo é referente a um pregão eletrônico de licitação para contratar empresa para o fornecimento de oxigênio medicinal para o hospital municipal de Zé Doca, que foi interrompido pela Justiça na semana passada devido a suspeita de fraude. Para melhor entendimento, reveja o caso Aqui!

1 Deferimento Judicial a Pedido de Tutela da empresa BC RODRIGUES




2 Assessoria Jurídica tenta JUSTIFICAR a conduta do Pregoeiro Herbet Costa Penha Júnior





3 Diante dos fatos, Josinha Cunha é obrigada a ANULAR o Pregão Presencial Nº 011/2017 – Processo Administrativo nº 210/2017


Veja na íntegra, o Processo n° 542-77.2017.8.10.0063, onde o impetrante: B C RODRIGUES denunciou a Prefeitura de Zé Doca, acessando o site JURISCONSULT, através do link: http://jurisconsult.tjma.jus.br/ 

Veja abaixo como proceder:


Veja mais sobre o assunto, acessando os blogs Atual7, Notícias dos blogs e Kiel Martins:
Atual7

Notícias dos blogs


Kiel Martins

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo