É com imensa satisfação que eu Naã Ramos venho agradecer de coração aos mais de meio milhão de acessos

Com média de quatro posts diários, muitos temas foram tratados, desde assuntos classistas até reforma tributária, passando reforma da previdência e sonegação, com destaque à divulgação de matérias policiais acidentes de transito e demais matérias, andamento de concursos, dentre outros. Estudos de relevo, também, foram divulgados varias matérias sobre saúde, politica da cidade e do estado. A participação do leitor tem sido marcante, com mais de 8 mil acessos por dia, feitos diretamente ao meu site, além de inúmeros emails recebidos, mensagens no Facebook e Wattsap, comprovando que o site www.naaramos.com.br do Jornalista Naã Ramos tem preenchido lacuna na área de comunicação.

Mais de 8 mil acessos diários 
A minha satisfação é que este espaço tem servido a todos que querem comunicar, informar, protestar, alertar, etc., especialmente os colegas mais novos que enviaram textos sobre tais matérias divulgadas em nosso site, etc.

Também criticamos com vigor atitudes e posturas das lideranças classistas, sempre com respeito, mesmo com sátiras, charges e humor (porque ninguém é de ferro), com o único objetivo de chamar a atenção e provocar o brio de todos os envolvidos. Enfim, criar uma nova mentalidade em tempos de comunicação acelerada com as facilidades eletrônicas e inundação de informações, procuramos filtrar as notícias de interesse da categoria de nossa cidade Zé Doca.

Faz mais de um ano que foi lançado site Naã Ramos, com o intuito de oferecer espaço de participação, como para projeção da categoria, especialmente diante da sociedade. Tendo sido inspirado neste pioneiro www.naaramos.com.br temos auxiliado, desde o primeiro dia, na organização deste projeto,  em algum momento sem a atualização, por pura falta de tempo.

Agradecemos, mais uma vez, a todos os colaboradores, articulistas, bem como os inúmeros incentivadores nestes dias de trabalho, muito empenho e dedicação! agradeço enormemente a todos pelo meu sucesso.  

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo