Você pode achar que Não, Eleitor que tiver o título cancelado sofrerá consequências Drásticas

Até o prazo final para regularização do título eleitoral, no Maranhão somente 1,5 mil eleitores compareceram aos cartórios eleitorais para sanar pendências com a Justiça Eleitoral.

Mais de 53 mil maranhenses terão o título eleitoral cancelado na próxima semana. São eleitores que faltaram as últimas três eleições consecutivas sem justificar a ausência. No Brasil serão mais de 1,8 milhão de eleitores que terão títulos cancelados. Pelos dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), até o último dia 2, prazo final para regularização do título, existiam cerca de 55 mil eleitores maranhenses que deixaram de votar nas três últimas eleições consecutivas. Após esse prazo, a Justiça Eleitoral contabilizou a regularização do título de somente 1,5 mil eleitores do Maranhão. Com isso, nos próximos dias 17 a 19 deste mês, 53.744 títulos eleitorais serão cancelados no Maranhão. A capital São Luís é a cidade com maior número de eleitores com pendência junto a Justiça Eleitoral: 10.197. Até o prazo para regularização do título eleitoral existiam 10.468 eleitores com pendências. Resolveram a questão somente 271. Quem não regularizou a situação do título eleitoral poderá ser impedido de obter passaporte ou carteira de identidade, receber salários de função ou emprego público e obter certos tipos de empréstimos e inscrição. A irregularidade também pode gerar dificuldades para investidura e nomeação em concurso público, renovação de matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo e obtenção de certidão de quitação eleitoral ou qualquer documento perante repartições diplomáticas a que estiver subordinado. Segundo o TSE, em 2015, foram cancelados 1.711.267 títulos de eleitores que não regularizaram a situação junto à Justiça Eleitoral em todo o Brasil. Já em 2013, foram 1.354.067 eleitores que tiveram seus títulos cancelados por não terem votado.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo