Zé Doca, 4 MILHÕES em taxa de iluminação: E retirada da parafernália do Natal, a BR 316 continua ás escuras

Após retirada da parafernália do Natal e ano Novo as duas avenidas e BR 316 ficaram as escuras, sabemos que 70% das lampadas das 2 avenidas da BR estão queimadas a mais de 2 anos, e nunca foram revitalizadas, os moradores da cidade pagam exorbito a TAXA de iluminação Publica, que chega em seus talões de energia mensalmente, a prefeitura recebe mensalmente todo esse repasse em conta, e esse valor chega a mais de 400 mil reais mensais.
A população paga taxa de iluminação publica mensalmente (CIP – Taxa de Contribuição para Iluminação Pública), mas a realidade, no entanto, mostra uma situação insustentável que tem revoltado a população. Com um ano e quase um mês da nova gestão, a escuridão das ruas é um problema que tem se agravado dia após dia.
Vários não, todos os bairros da cidade estão com 90% das lampadas queimadas. Isso sem contar postes com luminárias quebradas e lampadas com baixo poder de iluminação.
Alguns irão justificar que estamos cobrando cedo demais e outras desculpas esfarrapadas. Acontece que o perigo não espera e os casos de assaltos a noite nos bairros são incontáveis.

É grande o número de pessoas que saem para trabalhar ainda na madrugada. São todos que chegam de outras cidades interiores para vender, fazer seus negócios e ainda temos que enfrentar a escuridão para chegar em nossas casas. É grande o número de estudantes que frequentam as escolas da cidade e também enfrentam a escuridão e o perigo todas as noites.

Esse é o caso do amigo VERINHA, Ele conta que enfrenta essa escuridão todas a noites no Bairro Santa Terezinha, “É um perigo. Pagamos absurdos de energia e ainda descontam taxa de iluminação publica e o pior que não é só na minha rua – são todas as ruas”, salienta.

Outro bairro que serve como retrato do abandono que vive a cidade, é a região do Vila Nova. Quem passa pela Via principal a noite corre grande perigo. “No Bairro Vila Gusmão está um breu. Não entendo isso, são necessidades básicas, mas ninguém responde ou então diz: — Estamos trabalhando para melhorar”, relata Marcos Trindade morador do Bairro morro do urubu.

Nas redes sociais nos bares a reclamação é a mesma, moradores afirmam que várias reclamações são registradas por eles aos vereadores, e que a escuridão tem causado muitos transtornos aos moradores que transitam a noite pelos Bairros. “A cidade ta quase toda assim e a prefeitura não faz nada – só desculpas e mais desculpas”, relata um internauta.

O Site Naã Ramos tentou contato com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura, mas o órgão não atendeu as ligações nem respondeu o Wattsap.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo