MARANHÃO: Sermão aos Peixes: pente-fino vai pegar deputados estaduais e federais

Quadrilha de parlamentares controlam diversas unidades estaduais de saúde, utilizadas como antros eleitorais para sinecurar apadrinhados.

Cerca de metade dos deputados da Assembleia Legislativa do Maranhão e alguns deputados federais maranhenses devem ter descobertas pela força-tarefa da Sermão aos Peixes as relações de apadrinhados sinecurados nas unidades pertencentes à rede pública estadual de saúde.

Embora as investigações tenham eventualmente esfriado desde que a Operação Pegadores subiu para o TRF-1 a pedido do secretário estadual de Saúde, Carlos Lula, interceptações como a do vereador licenciado e secretário municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento, Ivaldo Rodrigues (PDT), bem como o vídeo-bomba da deputada Ana do Gás (PCdoB) e levantamentos feitos pela Polícia Federal, revelam a ingerência de parlamentares na lotação da folha de pessoal de unidades administradas por terceirizadas ou pela Emserh.

Segundo apurou o ATUAL7, a farra ocorre em dezenas de dezenas, mas as principais unidades utilizadas pela quadrilha parlamentar como antros eleitorais são o Hospital de Referência Estadual de Alta Complexidade Dr. Carlos Macieira; Hospital Estadual Presidente Vargas; Hospital Geral de Alto Alegre do Maranhão; UPAs (Unidades de Pronto-Atendimento); e os hospitais regionais de Colinas, Peritoró e Caxias.

Há unidades, inclusive, que são comandadas por mais de um deputado; por lideranças dos integrantes do Parlamento; ou então rateada entre um deputado e um secretário de Estado.

Todos devem ser pegos no pente-fino.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo