Os 10 casos policiais mais marcantes do Maranhão em 2017

Agressão à mãe idosa por Roberto Serejo, estupro e feminicídio de Alanna Ludmila e tentativa de assassinato de um juiz contra seu irmão, em Imperatriz. Veja os principais casos policiais que marcaram o Maranhão em 2017 abordados no MA10.

2017 foi um ano marcado por casos policiais marcantes e chocantes. O estupro e feminicídio da menina Alanna Ludmila, a Operação Turing, na qual vários blogueiros foram presos, a condenação da prefeita ostentação Lidiane Leite e o assassinato do ex-prefeito de Barra do Corda, Nenzin, pelo próprio filho.

Reveja os principais casos que marcaram o Maranhão em 2017.
Feminicídio: Alanna foi morta por asfixia após abuso sexual, diz delegado


Ela tinha apenas 10 anos. Essa era a idade da pequena Alanna Ludmila, violentada sexualmente e morta por asfixia dentro da própria casa pelo ex-padastro, Roberth Serejo. O corpo da vítima foi encontrado por um vizinho, enterrado numa cova rasa, no quintal, coberto por entulhos. Roberth foi preso, dias depois, quando tentava fugir de São Luís, dentro de uma van, em direção a Chapadinha. No Comando Geral da Polícia Militar, ele confessou o crime, e assim… descartada a hipótese da participação da mãe da menina no crime. O acusado segue isolado no Complexo Penitenciário São Luís. 2017 foi um ano marcado por feminicídios no Maranhão.


Bacharel em direito torturava a mãe idosa

Roberto Elísio Coutinho de Freitas, bacharel em direito, flagrado em uma série de vídeos agredindo a própria mãe, uma idosa de 84 anos. Ele foi condenado a 10 anos de reclusão pelos crimes de tortura, e terá que pagar R$ 2 milhões como efeito da condenação pelos danos causados à vítima. A pena deverá ser cumprida em regime fechado no Complexo Penitenciário, onde o acusado já está preso provisoriamente desde maio deste ano. Os vídeos foram gravados pela ex-mulher dele e denunciado pelo próprio filho.


Primeira dama de Paço do Lumiar sofre tentativa de assassinato 

Núbia Dutra, primeira dama de Paço do Lumiar e secretária municipal de administração e finanças do município, foi alvejada com três tiros: ombro, mão e face, após uma confusão com um sargento da PM, também baleado.

A hipótese de atentado chegou a ser cogitada, mas a primeira-dama voltava pra casa na companhia de seguranças quando presenciou uma briga em outro carro que ia no mesmo sentido aqui na estrada do sítio grande. Minutos depois, o carro parou em frente a este condomínio, uma mulher saiu desesperada e começou a ser agredida por um homem que seria um policial militar.


Policial é morto em acerto de contas entre facções

Um possível acerto de contas pode ter sido o motivo que vitimou o cabo da polícia militar, Josélio Rocha Sousa, de 45 anos, na Estrada da Maioba. Ele ocupava o mesmo carro que estava o alvo dos bandidos, seu enteado Yuri de Paula Silva, que também morreu. Yuri já tinha passagem pela polícia, preso por vários crimes, e era conhecido como Chacal. Outras duas pessoas saíram feridas: a esposa de Yuri e o filho do casal, uma criança de um ano. A única pessoa não foi atingida, era a mãe de Yuri e esposa do PM.
Assalto no aeroporto de São Luís termina com suspeito ferido

Tumulto no saguão do Aeroporto de São Luís. Um segurança da agência dos Correios foi ferido no tórax após troca de tiro com três homens. Dois foram presos pela PM e o terceiro: meses depois.


Tenente do exército mata namorada maranhense por ciúmes 

Iarla Lima Barbosa, de 25 anos, foi assassinada pelo namorado.



Iarla Lima Barbosa, 25 anos, maranhense morta pelo namorado, em Teresina. José Ricardo, tenente do exército, discutiu com a vítima por ciúmes em um bar, e atirou dentro do carro em que estavam. O acusado, que continua preso no quartel da cidade, também foi denunciado por tentativa de homicídio qualificado pelo feminicídio de uma amiga e a irmã de Iarla que também teriam sido baleadas por ele, dentro do veículo.


Mulher é atingida no tórax em operação policial na Camboa

No início da tarde de 7 de agosto, uma equipe da Polícia Militar (PM) compareceu ao Residencial Camboa atendendo ao chamado do Centro de Operações Integradas de Segurança (Ciops) de que haviam criminosos armados no local com o objetivo de efetuar assaltos. Na operação, cinco homens foram presos, um menor foi apreendido e também uma arma, um simulacro, drogas e balança de precisão foram apreendidas no condomínio. A população estava revoltada, pois um homem identificado como Joelson Feliciano Leal foi baleado. Segundo o Tenente Farias, ele tem passagem por quatro homicídio e várias ocorrências de tráfico de drogas e portava uma arma calibre .12 e teria atentado contra a vida de um policial da Rotam.


Preso juiz aposentado que atirou contra o irmão em Imperatriz

Foi solto em menos de meses, o juiz aposentado e ex-delegado de Polícia Civil, Erivelton Cabral, acusado de tentar matar o próprio irmão e a namorada, em Imperatriz. Na época, áudios gravados pelo magistrado circularam na internet onde ele desdenhava da situação.


Operação Turing prende família de blogueiros em São Luís

Uma família de blogueiros teve que prestar esclarecimentos na sede da Polícia Federal sobre um esquema de extorsão que tinha como alvo investigados da PF no Maranhão. A operação que eles estavam envolvidos terminou também na prisão de um ex-secretário de estado, e no indiciamento de quase 20 pessoas. A investigação começou em 2015 e revelou que o ex-servidor público, Danilo dos Santos Silva, conversava com delegados federais, e em seguida, repassava informações sigilosas aos blogueiros: Luis Cardoso e os filhos Luís Pablo e Neto Ferreira, que usavam o material para chantagearem os investigados. Além de pai e filhos, outros cinco blogueiros foram conduzidos coercitivamente à sede da Polícia Federal. 12 mandados de busca e apreensão foram cumpridos. Entre os documentos, foi encontrada uma cópia do inquérito da operação “sermão aos peixes”.

Cinco pessoas foram presas, acusadas de envolvimento num esquema que desviou milhões da saúde pública do Maranhão. A Polícia Federal acompanhou, em tempo real, todas as transações financeiras realizadas pelos envolvidos.


Lidiane Leite – a prefeita ostentação – é condenada a 14 anos de prisão

A justiça da cidade de Bom Jardim, condenou e determinou a prisão da ex-prefeita Lidiane Leite, conhecida como “Prefeita Ostentação”, a 14 anos e um mês de reclusão, somados a seis anos de detenção (que pode ser cumprido em regime semiaberto), com cumprimento inicial da pena privativa de liberdade em regime fechado. Ela também foi condenada ao pagamento de 980 dias-multa, em que cada dia equivale a dois salários-mínimos. A condenação ocorre pelos crimes de fraude de licitação, falsidade ideológica, associação criminosa e crime de responsabilidade. Mais duas pessoas foram condenadas e já estão presas.


Ex-prefeito de Barra do Corda, Nenzin, é assassinado; principal suspeito é seu filho 

Manoel Mariano de Sousa, conhecido como Nenzim, foi assassinado com um tiro no pescoço, na manhã do dia 06 de dezembro, na zona rural de Barra do Corda. Ele foi encaminhado a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade e em seguida, transferido para um hospital no município de Presidente Dutra, mas acabou falecendo. Segundo o secretário da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA), logo após uma missa no velório do ex-prefeito, Mariano Júnior saiu e não foi para o cemitério acompanhar o enterro do pai. Além disso, após a morte de Mariano de Sousa o veículo em que Mariano Júnior e o pai estavam não seguiu direto para o hospital, o que torna o filho dele ainda mais suspeito.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo