BANCO DO BRASIL: AABB DE Zé Doca dá calote em Empresario Zedoquense em mais de 70 mil reais

Cheque devolvido motivo 11 pela lei Bancária
DI ALMEIDA- ME e a reforma da AABB (ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA BANCO DO BRASIL). Em uma conversa o empresário e engenheiro Civil ISAAC FILIPE MESQUITA DE ALMEIDA, proprietário da empresa DI ALMEIDA ENGENHARIA, relatou a esse Site a verdadeira história que da novela que começou em Agosto de 2017. Nessa época os funcionários do Banco do Brasil, E.C.S.R e G.P S. (presidente e vice presidente da
Parte do processo Jurídico 
AABB Zé Doca –MA), procuram a Construtora para fazer uma avaliação orçamentária de um projeto de revitalização da AABB da cidade de Zé Doca, assim feito, a construtora em questão foi contratada para fazer a execução da reforma e ampliação da instituição, tudo registrado em contrato de prestação de serviço entre as partes. Os fatos inesperados foram a falta de pagamento no decorrer da execução a obra, CHEQUES SEM FUNDO E SUSTADOS da AABB. Será que até essa instituição que é patrimônio de um dos maiores Bancos, o BANCO DO BRASIL querer dar calote? O serviço foi executado em quase sua totalidade e hoje resta uma dívida em torno de 70 mil reais. Em audiência no dia 11 de Julho desse mês no Fórum de Zé Doca a proposta da AABB – Zé Doca foi de R$ 20 mil reais. Hoje depois da reforma da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), voltou a funcionar depois de anos fechada. Os trabalhos foram concluídos no começo de outubro de 2017 e o que restou foi um furo em torno de R$ 70 mil. 

Cheque devolvido motivo 11 pela lei Bancária


Em Conversa o empresário, argumentou que todas as construções autorizadas e concluídas foram 95% terminadas e assegurou que tem como provar a contratação.
Fica aqui o espaço aberto para ambas as partes e defenderem.
Veja algumas fotos das reformas e ampliação feitas no local.     
                                                           












Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo