Não fez e não quer deixar fazer: Roseana ingressa na Justiça contra o “Cheque Minha Casa”

Filha de Sarney quer impedir, na justiça, apoio às famílias de baixa renda por meio do programa Cheque Minha Casa.

A maldade da família Sarney não tem limites. Responsáveis pelo atraso do Maranhão nas últimas quatro décadas, a oligarquia maranhense agora busca por meio da justiça paralisar um dos mais importantes programas do governo Flávio Dino, o Cheque Minha Casa.

Apoiar famílias de baixa renda na reforma, ampliação ou mesmo melhoria de unidades habitacionais já existentes, com prioridade para as instalações sanitárias do imóvel, este é o objetivo do programa que já beneficiou 4.000 (quatro mil) famílias residentes nas cidades de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa.

Sem se importar nenhum pouco com o alcance social do “Cheque Minha Casa”, a ex-governadora Roseana Sarney ingressou na Justiça Eleitoral nesta semana por meio do seu partido, o Diretório Estadual do MDB no Maranhão, com representação contra o programa.

De acordo com a Ação de Roseana, o “Cheque Minha Casa” é “distribuição de dinheiro à população de baixa renda”. Ela alega que na última semana de maio, mais de 1,7 mil cheques, no valor de R$ 5 mil cada um, foram entregues durante ato do governo.

A bem da verdade, a reclamação da filha de Sarney junto à Justiça Eleitoral não deve prosperar. Nada mais é que dor de cotovelo, pois, durante as décadas que estiveram no comando do Estado, os sarneysistas pouco realizaram pelo Maranhão, seja por incompetência ou mal vontade, o certo é que não fizeram e não querem deixar fazer.

E MAIS…

O Cheque Minha Casa é gerenciado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid). O Programa é um programa social baseado e compensação tributária.


Governador Flávio participa da solenidade de lançamento da primeira etapa do Programa.


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo