Compare os planos de governo de Bolsonaro e Haddad

Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress e Foto: Paulo Lopes/Futura Press/Folhapress
Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) se enfrentarão no segundo turno da eleição presidencial no dia 28 de outubro. Para ajudá-lo a tomar a decisão sobre em quem votar, o Pleno.News preparou uma matéria comparativa entre os planos de governos dos dois. Confira abaixo as propostas de cada um dos candidatos.

As frases utilizadas foram retiradas dos documentos enviados e protocolados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O plano completo de Jair Bolsonaro pode ser acessado aqui e o de Fernando Haddad aqui.


AGRONEGÓCIO
Bolsonaro – Segurança no campo, políticas para consolidar mercado interno, abrir novos mercados externos, melhoria da logística de distribuição

Haddad – Regulação do agronegócio para evitar ampliação de grandes latifúndios de modo a mitigar os danos socioambientais e impedir o avanço do desmatamento. Regularização fundiária dos territórios tradicionais e historicamente ocupados, o reconhecimento e demarcação das terras indígenas

BOLSA FAMÍLIA
Bolsonaro – Acima do valor da Bolsa Família, pretendemos instituir uma renda mínima para todas as famílias brasileiras

Haddad – Reforçar os investimentos no programa Bolsa Família

DEFESA ÀS MULHERES
Bolsonaro – Redirecionamento da política de direitos humanos, priorizando a defesa das vítimas da violência, independentemente de gênero

Haddad – Ampliação dos serviços e medidas preventivas de proteção e de atenção, como a Casa da Mulher Brasileira, e as promovidas pelo enfrentamento ao feminicídio, com a Lei Maria da Penha

DROGAS
Bolsonaro – Combate à ideologia de liberação irrestrita de drogas ilícitas. O avanço das drogas e da esquerda são prevalentes nas regiões mais violentas do mundo: Honduras, Nicarágua, El Salvador, México e Venezuela

Haddad – A atual política de repressão às drogas é equivocada, injusta e ineficaz. Alterar a política de drogas. Olhar para experiências internacionais que já colhem resultado positivos com a descriminalização e a regulação do comércio


ECONOMIA
Bolsonaro – Gerar crescimento, oportunidades e emprego, retirando enormes contingentes da população da situação precária

Haddad – Criação do programa Dívida Zero, que prevê a instituição de linha de crédito em Banco público com juros e prazo acessíveis

EDUCAÇÃO
Bolsonaro – Estimular o ensino do empreendedorismo em todos os cursos, para fazer com que o jovem possa sair da faculdade pensando em como transformar o conhecimento obtido em produtos, negócios, riqueza e oportunidades

Haddad – Criação de novo padrão de financiamento, visando progressivamente investir 10% do PIB em educação; implementação do Custo-Aluno-Qualidade (QAQ) e institucionalização do novo FUNDEB, de caráter permanente; retomada dos recursos dos royalties do petróleo e do Fundo Social do Pré-Sal

IMPRENSA
Bolsonaro – Liberdade de opinião, informação, imprensa, internet, política e religiosa. Contra qualquer regulação ou controle social da mídia

Haddad – Implantar mecanismos de regulação da imprensa, que deve “ser livre” da ação de controle das autoridades e governantes, impedindo toda e qualquer tipo de censura, mas também da dominação de alguns poucos grupos econômicos”. Criação de uma empresa pública de comunicação para expor o posicionamento do governo

IMPOSTOS
Bolsonaro – Redução da carga tributária e “descentralização e municipalização para aumentar recursos tributários na base da sociedade”

Haddad – Criar imposto sobre a exportação, criar imposto sobre lucros e dividendos. Reformar o imposto territorial rural ITR para grandes propriedades

LGBTs
Bolsonaro – Não há políticas específicas para a população LGBT

Haddad – Implementar políticas de promoção da orientação sexual e identidade de gênero
Planos incluem programa Mais Médicos Foto: Divulgação

MAIS MÉDICOS
Bolsonaro – Nossos irmãos cubanos serão libertados. Suas famílias poderão imigrar para o Brasil. Caso sejam aprovados no REVALIDA, passarão a receber integralmente o valor que lhes é roubado pelos ditadores de Cuba!

Haddad – Ampliará o Programa Mais Médicos

NÚMERO DE MINISTÉRIOS
Bolsonaro – Reduzir os 29 ministérios existentes atualmente

Haddad – Recriar com status de ministério as pastas de Direitos Humanos, Políticas para as Mulheres e para Promoção da Igualdade Racial. Em órgão único, do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e do Ministério da Aquicultura e Pesca, bem como pelo redesenho dos Ministérios da Agricultura e do Meio Ambiente.

OPERAÇÃO LAVA JATO
Bolsonaro – A Justiça deverá seguir seu rumo sem restrições ou interferências políticas

Haddad – Promover uma reforma do Poder Judiciário e do Sistema de Justiça

RELAÇÃO COM OUTROS PAÍSES
Bolsonaro – Deixar de louvar ditaduras assassinas socialistas ou mesmo atacar democracias importantes como Estados Unidos, Israel e Itália

Haddad – Serão priorizados esforços para fortalecer o Mercosul e a União das Nações da Sul-americanas– Unasul e consolidar a construção da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos – CELAC

SAÚDE
Bolsonaro – Será criada a carreira de Médico de Estado, para atender as áreas remotas e carentes do Brasil

Haddad – O governo vai atuar fortemente na área da promoção da saúde, com políticas regulatórias e tributárias, por meio de programas que incentivem a atividade física e alimentação adequada, saudável e segura
Planos falam sobre reforma no sistema presidial Foto: Pixabay

SISTEMA PRESIDIAL
Bolsonaro – Prender e deixar na cadeia quem tiver cometido crimes e acabar com a progressão de pena e saída temporária

Haddad – Reservar a privação de liberdade (prisão) para condutas violentas e promover a eficácia das alternativas penais para outros casos

SEGURANÇA PÚBLICA
Bolsonaro – Tolerância zero com o crime. Investimentos em equipamentos, tecnologia e inteligência. Redução da maioridade penal

Haddad – Debater a militarização das polícias e valorizar o profissional da segurança

SINDICATOS
Bolsonaro – O sindicato precisa convencer o trabalhador a voluntariamente se filiar, através de bons serviços prestados à categoria. Somos contra o retorno do imposto sindical

Haddad – Reorganização dos fundos sociais existentes para criar uma nova política de proteção durante a vida laboral. 




Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo