Demonstrações de fé e piedade cristã marcaram a festa da Igreja Católica Apostólica Brasileira em Zé Doca

Veja mais fotos em nossa fan page, click AQUI

Os festejos dedicados ao padroeiro do Bairro Vila Barroso em Zé Doca, encerrou-se com bastante envolvimento por parte dos fiéis que frequentam um dos templos da Igreja Católica Apostólica Brasileira na Região do Alto Turi. A igreja está num terreno que chegou a ser doado pelo ex prefeito Francisco Barroso, em 1982, ano da primeira novena.

A 36ª Edição da novena dedicada a São Francisco das Chagas foi enraizada pelo falecido Padre Getúlio, a que os mais antigos moradores guardam em suas memórias como alguém que foi realmente "muito dedicado as coisas de Deus", comentou um dos fiéis. O próprio Padre Lúcio (atual líder da igreja local) e muitos dos irmãos que estiveram nesta festa, foram batizados por Padre Getúlio, e, apiedados pelo seu testemunho de fé, continuam, com muito orgulho, mantendo a obra espiritual por ele deixada.

A presença de Padre Lúcio em quase todas cidades da região através dos pontos missionários existentes, releva a importância das festividades no templo na Vila Barroso, em Zé Doca, onde as os fiéis, reafirmam, anualmente, aquele testemunho público no credo apostólico e no seguimento aos conselhos com base na Bíblia e nas tradições católicos.

No encerramento, o moderador deste blog compareceu representando o ponto missionário de Santa Luzia do Paruá na qualidade de seminarista. Também estiveram presentes os familiares do Padre Lúcio, esposa, sogra, filhas e genro, auxiliando ao mesmo nas necessidades do culto em memória ao Santo de Assis, Francisco, ao qual foram destinadas reflexões para a vida em razão da consciência entre o que a Bíblia diz e o seu exemplo de seguidor de Jesus Cristo. 

A julgar pelo envolvimento de todos da comunidade, sobretudo pessoas simples do próprio bairro, a festa do padroeiro na Vila Barroso foi um grande sucesso de evangelização e virá ainda melhor na edição de 2019. PADRE LÚCIO E A TODOS OS BEATOS QUE CONGREGAM NO TEMPLO DA ICAB EM ZÉ DOCA.





Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo