Jogador do São Paulo é encontrado morto em matagal com o pên** decepado

Um crime foi registrado no sábado (27), na cidade de São José dos Pinhais, no Paraná. A vítima foi identificada pelas autoridades locais como Daniel Correa Freitas, que foi jogador do São Paulo. O corpo do jogador foi encontrado em campo aberto com sinais de ter sido torturado antes de ser assassinado.

Daniel, como os fãs o conheciam, tinha 24 anos, e estava emprestado para o São Bento, um clube da Segunda Divisão no estado do Paraná, no sul do Brasil. O corpo do jogador foi encontrado na cidade de São José dos Pinhais, por duas pessoas que caminhavam pelo local.

São Paulo lamenta a morte do jogador nas redes sociais
Segundo informações da imprensa local, o jogador teve seus genitais decepados.As autoridades locais suspeitam que o crime seja passional.

Em nota, o São Paulo lamentou a morte do atleta.

O Curitiba, a Ponte Preta e o Cruzeiro estenderam suas mensagens de dor diante das notícias emocionantes.

"[Daniel] Era um bom menino, companheiro, reservado. Era acima da média, muito inteligente, até por isso meio tímido. E era um baita jogador, que corria contra as lesões que o incomodaram, o impediram de ter uma sequência", disse o ex-preparador Gomes.

De acordo com os primeiros relatos, as feridas foram causadas por uma faca, mas ainda não foi confirmado se os genitais foram cortados antes ou depois de sua morte, o que será muito importante para determinar o possível motivo do assassinato.

Daniel foi visto pela última vez em uma balada

O que se sabe até agora é que Daniel não tinha problemas anteriores e estava disponível para a equipe técnica de São Bento, apesar de não ter jogado no último jogo de sexta-feira (26).

Além do mais, o jogador teria participado de uma festa na noite de sexta-feira e depois não havia mais notícias [VIDEO] dele até que o corpo fosse encontrado na tarde de sábado (27). A Polícia da localidade está investigando o caso. Até o fechamento desta edição nenhum suspeito de ter cometido o crime foi localizado e nem preso pela Polícia.





Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo