Haddad vira réu pela 1ª vez por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

Petista afirma que a decisão é uma tentativa de reciclar uma delação de Ricardo Pessoa para torná-lo réu em uma ação criminal pela 1ª vez

Por Agência Brasilriz

Fernando Haddad: ex-prefeito afirmou que acusação se baseia no mesmo depoimento de um delator cuja narrativa já foi afastada pelo STF (DANIEL RAMALHO/AFP/Getty Images)

O candidato derrotado à Presidência da República pelo PT e ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, virou réu nesta segunda-feira, 19, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A Justiça de São Paulo recebeu a denúncia do Ministério Público, que o acusa de receber 2,6 milhões de reais da UTC para saldar dívidas de campanha. Haddad nega as acusações.

É a primeira vez que o petista se torna réu em ação criminal. Para Haddad, a decisão é “mais uma tentativa de reciclar a já conhecida e descredibilizada delação de Ricardo Pessoa”.






Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo