Vereadores podem ser presos com eleição "antecipada" da presidência da Câmara Municipal

Imagem de arquivo da plenária e platéia da Câmara. 
Os bastidores da política caxiense voltou a ser badalado nas principais rodas de bate papo da cidade e principalmente nas redes sociais, cujo o tema em questão é a eleição antecipada da presidência da Câmara Municipal de Caxias, situação essa que tem gerado suspeitas por parte de quem conhece o regimento interno da casa legislativa, onde a eleição estaria prevista apenas para a última semana de dezembro como era de praxe, pois dia 22 de dezembro encerra o calendário de reuniões ou sessões.

O assunto foi levantado pelo Ex-Deputado Federal e Ex-Prefeito de Caxias Paulo Marinho em sua página oficial no facebook e logo em seguida em seu programa semanal Mesa Redonda na Tv Band Caxias, exibido ao vivo no último sábado(3), onde PM externou várias denúncias que segundo Paulo, irá dá entrada a uma representação como advogado que é, no Ministério Público, para que a antecipação dessa eleição seja cancelada, sendo que o ex-prefeito reforçou em seu programa televisivo, que os vereadores possivelmente teriam assinado uma tal ata sem que houvesse a presença de todos os vereadores e sem sessão ordinária onde poderia caracterizar falsificação de documento, podendo assim, Caxias ter vários vereadores presos caso se consuma tal indicação do apresentador de TV, mas vai depender da visão da justiça, caso ela seja acionada, porque a votação da mudança da lei orgânica era pra ser em dois turnos de votação com intervalo de dez dias de uma para a outra, pois talvez pode ter sido também alterada segundo uma fonte. Fonte: blogosdoisladosdamoeda.com.br






Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo