Após deixar coma, Schumacher reencontra família e chora com o que vê

G1

O piloto Michael Schumacher virou notícia nessa semana após deixar o coma. A informação foi dada com destaque por um famoso tablóide britânico. Há cinco anos, após se aposentar da Fórmula 1, o ex-piloto sofreu um acidente enquanto esquiava. Ele bateu a cabeça e, desde então, não havia recuperado a consciência. 

A família de Michael Schumacher, no entanto, sempre acreditou que ele se recuperaria e se esforçou o máximo possível para que isso acontecesse. O tratamento para a melhora do ex-atleta custou milhões de euros, mas valeu a pena, especialmente, quando Schumacher chorou pela primeira vez. 

Desde que saiu do coma, a família de Michael Schumacher tem se esforçado para que ele se recupere ainda mais. Algumas dessas ações incluem a saída do ex-corredor da escuderia Ferrari de casa, onde há uma espécie de hospital montado com todos os recursos possíveis. 

De cadeira de rodas, Michael Schumacher deixou a sua mansão e pôde ver belas paisagens. Um familiar, que não quis que o seu nome fosse revelado, chegou a dizer que Michael Schumacher chora frequentemente quando observa a natureza.

“Quando colocamos a cadeira de rodas de frente para as montanhas ou para o lago, por vezes o Michael Schumacher chora”, contou um dos familiares que não teve a identidade revelada.

Apesar de ter sido um dos pilotos de maior sucesso na história da Fórmula 1, Michael Schumacher hoje faz com que sua família gaste muito dinheiro com ele. Mesmo após sua melhora, hoje o tratamento com médicos e enfermeiros custa, em média, 50 mil libras por semana. Essa quantia, quando convertida para o real, chega a quase R$ 250 mil.






Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo