Músico de banda famosa é encontrado morto em rodovia

Ele tocou em bandas como Novo Som e Yahoo, que fez sucesso nos anos 80 e 90, além de ter feito parte de conjuntos que acompanhavam artistas como Fagner, Cassiane, Dudu Falcão, Tânia Mara, Marina de Oliveira, Fafá de Belém, LS Jack, Davi Sacer, Wanessa Camargo, Aline Barros e Eliana.

O músico friburguense, Sérgio Knust, 53 anos, conhecido no cenário nacional, foi encontrado morto, na manhã desta segunda-feira, dia 10 de dezembro, na altura do Km 4,5 da RJ-130, após um acidente de carro. O artista local estava sendo procurado pelos familiares e polícia desde o último sábado,8, após ter participado do evento Natal Solidário, na Queijaria Escola, no bairro de Conquista, onde era uma das atrações principais.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o veículo do guitarrista, teria capotado e despencado em uma ribanceira. Ainda de acordo com a corporação, uma pessoa que trabalha na rodovia viu o automóvel e acionou o socorro por volta das 7h20 desta segunda-feira. A confirmação de seu falecimento foi feita por sua irmã, Andréia Knust.


“A todos que se mobilizaram em orações e buscas, nossos sinceros agradecimentos. Infelizmente coube a mim informar que meu irmão deixa esse mundo. Seu carro foi encontrado hoje, após uma capotagem, e ele não resistiu. Estamos com o coração triste, em oração, pra que ele seja recebido em paz junto a Deus”, disse em suas redes sociais.

Sérgio Knust estudou na Escola de Belas Artes da Uerj e se tornou bacharel em violão pelo Conservatório Brasileiro de Música. Além de tocar vários instrumentos, o friburguense era compositor e arranjador. Ele tocou em bandas como Novo Som e Yahoo, além de ter feito parte de conjuntos que acompanhavam artistas como Fagner, Cassiane, Dudu Falcão, Tânia Mara, Marina de Oliveira, Fafá de Belém, LS Jack, Davi Sacer, Wanessa Camargo, Aline Barros e Eliana.

O multi-instrumentista também teve músicas gravadas por grandes nomes do cenário artístico brasileiro, como Flordelis, Pedro e Thiago,Wanessa Camargo e Xuxa. Atualmente, dava aulas na Cidade das Artes.

Em contato com a reportagem, colegas de Sérgio relataram um perfil de uma pessoa apaixonado pela música, como destacou Pachá Salgado, do Rock Fellings.


“Ele estava vindo bastante para Friburgo, genial como pessoa e um dos melhores guitarristas que eu já vi”, afirmou.

Já Serginho The Black, outro nome da música de Nova Friburgo, relatou a dor da perda do artista.

“O Serginho era importantíssimo para os músicos da cidade e foi uma notícia muito dolorosa. Nos encontramos uma vez e criamos uma boa relação, conversando bastante pelas redes sociais. Ele dizia que queria estar com a gente, nos prestigiando e fazendo shows comigo, que faço tributos do Legião Urbana. Que Deus conforte a família e os amigos”, declarou.

Informações sobre velório e enterro ainda não foram divulgadas.

Do Portal Multiplix





Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo