Rapidinhas da Diplomação dos Deputados no Maranhão

Time unido

O governador Flávio Dino, o vice-governador Carlos Brandão, o senador eleito Weverton e o presidente da Assembleia, deputado Othelino Neto, chegaram juntos ao Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, local da diplomação dos eleitos em 2018. Eles mostraram a união da nova geração política do Maranhão que enterrou de vez a oligarquia Sarney.

Aplaudido de pé

Falando no governador reeleito, dos 98 diplomados pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE/MA) na noite desta terça-feira, ele foi o único aplaudido de pé pelo público presente. Isso mostra que Dino está com prestígio com a população que o reelegeu com quase 60% dos votos e com a classe política do estado.

Laranja podre

O único que não aplaudiu Flávio Dino, pelo contrário, foi o deputado estadual Wellington do Curso. Ele foi completamente deselegante com a presença do governador no evento e saiu correndo quando olhou Dino vindo em sua direção. Pareceu o diabo correndo da cruz.

Duelo de midiáticos

A diplomação de hoje deixou bem claro um duelo que ocorrerá na Assembleia Legislativa no próximo ano. Wellington do Curso e Duarte Júnior competiram para ver quem se aparecia mais depois de receber o diploma do TRE. O picadeiro, ops, palco do Centro de Convenções ficou pequeno para o tamanho da mídia que ambos tentaram fazer com o papel na mão. Esse duelo promete!

Estranho no ninho

O presidente da OAB/MA, Thiago Diaz, parecia um estranho no ninho na composição da mesa solene do evento. Somente uma cadeira o separava de Flávio Dino, de quem ele virou crítico ferrenho depois de sua reeleição na Ordem. Ele até tentou conversar normal com o governador, mas o seu embaraço era visível.

Benção, titia

Por falar em Thiago Diaz, o presidente da OAB protagonizou uma cena, no mínimo, curiosa. Quando a desembargadora Nelma Sarney subiu no palco e foi cumprimentar a mesa solene do evento, ela foi recebida por Diaz com um pedido de bênçãos. É cada vez mais forte a ligação do presidente da Ordem com a oligarquia Sarney.

Caneta da sogra

Outra digital que ficou bem clara foi a caneta da sogra na eleição de Edilázio Júnior. Nelma Sarney foi convidada para entregar o diploma ao genro. Nada mais justo, aliás, como o deputado Bira do Pindaré disse certa vez na Assembleia, é a caneta da sogra que elege Edilázio.

O primeiro? será um presságio?

O primeiro dos 98 diplomados na noite desta terça-feira foi Márcio Jerry. Deputado federal eleito com mais de 130 mil votos, ele foi o primeiro político a ser chamado para a diplomação de acordo com as regras do TRE/MA. Será um presságio para o futuro político do braço direito do governador Flávio Dino?

Com que roupa?

Quem chamou atenção pela sua espalhafatosa vestimenta durante a diplomação foi o deputado estadual eleito Hélio Soares. Com um terno prateado/quadriculado, ele foi alcunha nas rodas de conversas do evento de Augustinho Carrara, personagem da séria ‘A Grande Família’ conhecido por suas vestes chamativas.

Mistério?

O que será que o governador Flávio Dino conversou com o deputado Adriano Sarney durante cumprimento dos dois durante a diplomação?





Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo