Bon Jovi oferece refeições para funcionários do governo americano

Cantor tem dois restaurantes em Nova Jersey que já serviram quase 100 mil refeições gratuitas

Jon Bon Jovi arregaçou as mangas para ajudar funcionários do governo dos Estados Unidos que estão sem receber os salários. O cantor é dono de um restaurante, o JBJ Soul Kitchen, que não tem fins lucrativos e oferece refeições em troca de doações ou até de graça para quem não pode pagar, e abriu as portas para que os servidores e suas famílias possam se alimentar.

A ação aconteceu na segunda-feira (21) e deu tão certo que o cantor repetiu a dose na quarta-feira (23). O restaurante fica em Nova Jersey e foi uma parceria de bom Jovi com a organização filantrópica Murphy Foundation. Administrado pela Fundação de Bon Jovi, o JBJ Soul Kitchen não tem preços no cardápio.

A ideia é que quem puder, pague não só pela própria refeição como por outra que será servida de graça a alguém menos favorecido. Quem não pode pagar pode ajudar na cozinha ou limpando o local ou até mesmo doando algo. Com duas locações em Nova Jersey, onde Bon Jovi nasceu, o JBJ já serviu 94,3 mil refeições à população.

A paralisação parcial do governo dos EUA, ou shutdown, como é chamado, é resultado de um impasse entre os congressistas republicanos e democratas em definir o orçamento fiscal americano de 2019. A situação acontece porque o presidente Donald Trump diz que não vai assinar o orçamento determinado pelo Congresso americano se não forem incluídos fundos para a construção de um muro ou de uma barreira de aço na fronteira com México.

Maioria na Câmara dos Representantes, os democraras recusaram a proposta, que consideram imoral e ineficaz. Sem a aprovação do orçamento, diversos setores do governo ficaram sem verbas para pagar os funcionários.
















Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo