GOVERNO BOLSONARO: Ministério Publico Federal identifica 12 mil empresários recebendo Bolsa Família

Levantamento sobre o programa apontou 13.936 pessoas como suspeitas.
Diagnóstico se refere ao período de janeiro de 2013 a maio de 2016.


Um levantamento sobre o programa Bolsa Família, divulgado na manhã desta sexta-feira (11) pelo Ministério Público Federal (MPF), traz que mais de 12 mil empresários em Alagoasrecebem irregularmente o benefício. O diagnóstico Raio-X do Bolsa Família se refere ao período de janeiro de 2013 a maio de 2016.
Ao todo, o MPF identificou 13.936 pessoas como suspeitas de receberem irregularmente o benefício em Alagoas. Ainda de acordo com o disgnóstico, durante o período avaliado foram pagos pelo programa no estado R$ 2.732.874.407 e, dentro desse valor, R$ 56.762.351 foram repassados a perfis de beneficiários suspeitos.
Além de 12.376 empresários suspeitos foram detectados 1.497 servidores públicos com família de até quatro pessoas, 336 falecidos, 100 doadores de campanha com o valor maior do que o benefício e 19 servidores públicos doadores de campanha.

G1 AL.





Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo