Família descobre quem matou Ricardo Boechat, se revolta e toma atitude

O Brasil inteiro chorou nos últimos dias a morte de um dos maiores nomes do jornalismo brasileiro, Ricardo Boechat. E a família do profissional já descobriu que ele não foi o responsável por contratar o helicóptero em que viajava e que se chocou com um caminhão.

De acordo com o que foi divulgado pelo jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo, foi o laboratório Libs o responsável por fazer um acordo com a empresa de táxi aéreo que transportou Boechat. Esse laboratório é que havia o contratado para fazer uma palestra.

Ainda segundo a publicação, a família não quer que a morte do jornalista fique impune. Ela prepara uma ação de indenização milionária contra o laboratório.

ESPOSA COMPARTILHA TEXTO EMOCIONANTE

Veruska Seibel publicou em suas redes sociais o texto que leu na missa em memória de seu marido, Ricardo Boechat. As palavras foram escritas pelo próprio Boechat e fala de solidariedade. A celebração aconteceu no sábado, 23 de fevereiro em São paulo.

A viúva de Boechat dedicou a publicação a "todos que têm dado conforto à sua família". "Dizem os sábios que os primeiros registros a respeito do amor surgiram ainda na pré-história. Os estudiosos admitem que, em algum momento, por volta de 1.500.000 antes de Cristo, esse sentimento sublime aflorou no coração de nossos mais remotos ancestrais, ou foi por eles, então, percebido", iniciou o texto.

"Desde então, a força do amor vem inspirando os homens em suas mais profundas crenças e criações. Sua densidade infinita levou-nos à devoção de deuses, concebidos ante a certeza de que algo tão elevado só poderia ter surgido de instância divina. Na nossa escala de valores, naquilo que cultivamos, geração após geração, ele é a fonte e a razão da própria vida", declarou Boechat.
 Notícia Extra







Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo