Uma epidemia silenciosa que mata mais que o HIV

Mais de um milhão de pessoas morre vítimas de uma doença que afeta o fígado. Mais de 250 milhões de pessoas no mundo são portadoras do vírus da hepatite B. Esses números são sete vezes maiores do que os casos de infecção pelo vírus do HIV, segundo artigo publicado pela revista Nature.

No ano 2016, o número de mortos devido o hepatite B superou o número de mortes de doenças muito temidas, como a Aids, tuberculose e a malária. Entretanto, esta variante da Hepatite pode ser prevenida com vacinação e também é possível tratá-la com os mesmos anti-retrovirais usados no combate ao vírus do HIV.

A doença em seus estágios iniciais não apresenta sintomas e por isso é conhecida como 'epidemia silenciosa'. As principais vias de transmissão da hepatite B são sexo desprotegido, pelo sangue da mãe para o filho durante o parto e por meio da utilização de seringas e agulhas ou transfusões de sangue contaminado.
A vacina para se proteger da hepatite B é cerca de 95% eficiente para evitar todas as infecções crônicas, e sua proteção dura cerca de 20 anos. A região mais afetada pela hepatite B é a África Subsaariana. Calcula-se que 6% da população esteja infectada com vírus.

Fonte: Fatos Desconhecidos









Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo