Todas as atualizações sobre a 3ª parcela do auxílio emergencial

Com o calendário de saque e transferência da segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600,00 ou R$ 1.200,00 (duas cotas) via poupança digital ainda em vigor, o governo federal informou que já prepara o lançamento do calendário da 3ª parcela do benefício.

De acordo com técnicos do Ministério da Cidadania, o calendário da nova rodada será parecido ao da segunda parcela, com o escalonamento das datas entre os repasses. Tudo para evitar filas e aglomerações de pessoas nas agências da Caixa Econômica Federal (CEF).

Como serão feitos os pagamentos?
Inicialmente, a Caixa beneficiará o público de assistidos do Bolsa Família.

A ordem de pagamento leva em conta o último dígito do Número de Identificação Social (NIS). Nesse caso, o saque em espécie é liberado assim que o dinheiro é creditado.

Depois, será a vez dos trabalhadores informais, inscritos no Cadastro Único (CadÚnico), site ou aplicativo. Por meio de poupança social digital, os pagamentos acontecerão por ordem do mês de nascimento. Inicialmente, o valor poderá ser utilizado somente no pagamento de contas e em compras com o cartão de débito virtual.

Para sacar o benefício em espécie ou realizar transferência para outras contas, seja na Caixa ou em outros bancos, os beneficiários que receberem via poupança digital deverão esperar cerca de 10 dias, contabilizados a partir da data do depósito, para realizar as movimentações.

Auxílio em números
Em seu último balanço, a Caixa informou que o auxílio emergencial contemplou já contemplou, até o momento, 58,6 milhões de brasileiros. O total despendido já soma R$ 76,6 bilhões. Os números correspondem os repasses da primeira e segunda parcela.

De acordo com a Dataprev, outros 11,1 milhões de trabalhadores aguardam a resposta do pedido para começar a receber o benefício. Segundo o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, o banco tem dois dias úteis para pagar a partir da análise do pedido pela Dataprev.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo