A pena correta para estupradores e aliciadores seria pena máxima de 30 anos, acrescida de uns 200 anos de prisão, ou a pena de morte

Mariana Ferrer, foi drogada com o tão propagado "boi noite Cinderela, após isto, foi brutalmente estuprada, mas, como o estuprador tem muito dinheiro; seus advogados conseguiram tipificar o crime brutal, "acredite se quiser": tipificar o crime, como estupro culposo, ou seja, o estuprador especificamente, não teve intenção de estuprar, ou seja, criaram em nosso país um novo tipo de estupro. 

O estuprador, colocou droga na bebida dela, levou para um local privado e estuprou uma mulher, que até virgem era - com este estupro, voltamos ao tempos das cavernas no Brasil, e a nossa justiça, momentaneamente e literalmente ficou de quatro para a criminalidade. 

O mais cruel nisto tudo, é que a vítima (Mariana Ferrer), foi tratada como um lixo, como um animal em seu julgamento, e por isto mesmo, foi condenada, ela foi sumariamente condenada, por ser mulher e ser estuprada por um animal. 

Ou passamos o nosso judiciário a limpo, ou estaremos todos correndo risco, pois os tribunais do nosso país, não tem um julgamento correto como esperamos e todos nós, poderemos ser vítimas dele, em um curto espaço de tempo. 

Agora, a partir desta farsa de julgamento, caso o estuprador, saiba, que poderá tipificar o seu crime como estupro culposo, e ele seja condenado a no máximo 3 anos de cadeia, quando no crime de estupro tradicional, ele pegaria até 30 anos de cadeia, ele entenderá, que poderá valer a pena estuprar nossas filhas.

Muitos entendidos no assunto estupro em nosso país, entende, que quem de fato tem esta psicopatia por estupro, nunca vai parar, e estes mesmos dizem: "eles só param, se forem arrancados do convívio da nossa sociedade, ou condenados a morte, como nosso país não tem esta pena, ele deveriam terem a pena máxima, mais acrescida de uns 200 anos, pois são verdadeiros animais.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo