Empresa do Jornal Pequeno que apontou liderança de Brandão admite erro de digitação em documento de pesquisa

A empresa JP Pesquisa, pertencente ao Grupo do Jornal Pequeno, admitiu um erro de digitação em um dos documentos de uma pesquisa de intenção de voto, divulgada no último domingo, no qual o vice-governador Carlos Brandão (PSDB), pré-candidato a reeleição, aparece liderando, pela primeira vez, a disputa pelo comando do Palácio dos Leões.


O caso foi revelado na noite de ontem pelo Blog Maramais, que consultou o plano amostral do levantamento encaminhado à Justiça Eleitoral e detectou que, diferentemente dos 1600 eleitores consultados, 1844 questionários – 15% a mais – foram informados ao TSE.

Segundo o Grupo JP, houve um erro de digitação no documento isolado em que, por força da lei, informa ao TSE o número de entrevistas e cidades onde foram realizadas.

Esse erro está localizado na região Sul, onde fato foram feitas 72 entrevistas e informadas 317.

“É óbvio que não há como se falar em 317 entrevistas na região Sul, que tem em torno de 5% do eleitorado total; no caso o erro de digitação se deu fora do ambiente da pesquisa. O importante é que o banco de dados está correto. As 1.600 entrevistas validadas estão à disposição de quem interessar possa, conforme a resolução vigente”, disse o JP.

O erro, de acordo com o Grupo, é absolutamente sanável e será informado pelas vias legais ao TSE.

De acordo com o levantamento estimulado da pesquisa, que custou R$ 42 mil, segundo o Maramais, Carlos Brandão aparece com 23% das intenções de voto, contra 20% do senador Weverton. Edivaldo Holanda Júnior vem em terceiro lugar, com 11%, seguido de Roberto Rocha, 10%; Lahésio Bonfim, 9%; Josimar Maranhãozinho, 4%; Simplício Araújo, 2%; Enilton Rodrigues (não pontuou); Nenhum Deles, 10%, e Não Sabe/Não Respondeu (NS/ NR), 11%.

A pesquisa foi registrada em 06 de março de 2022, pelo Sistema Pesqele, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sob o protocolo nº MA09132?2022.

De 07 a 12 de março de 2022, o JPesquisa ouviu 1.600 pessoas em várias regiões do estado. A margem de erro máxima da pesquisa é de 2,45% para mais ou para menos em base do eleitorado.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo