NOTA DE REPÚDIO: Professores e Servidores Públicos Municipais de Governador Nunes Freire

Nota de repúdio e indignação | SINPRO MG | Sindicato dos ...Os Professores e Servidores Públicos Municipais de Governador Nunes Freire, MA. Vêm a público, através desta nota de repúdio, expressar sua insatisfação quanto aos constantes atrasos no pagamento dos salários dos Servidores da educação. 

É inaceitável que a administração municipal, até a presente momento não tenha sequer convocado a classe para uma conversa e nem demonstrado meios de como efetuado o pagamento da folha salarial do mês de junho, terço de férias, e os repasses descontado em folha do sindicato, referente a alguns meses do ano de 2019 e 2020. Em tempo, nos solidarizamos com todos os servidores públicos municipais de todos os setores e categorias que vêm sofrendo com essa conduta que, infelizmente, se arrasta há meses em nosso município. 

O pagamento dos salários é um direito fundamental dos servidores. Não é dado ao gestor o direito de negá-lo, violando a ordem, já que os salários possuem evidente natureza alimentar. Não queremos saber de quem é a culpa, se é do Prefeito, Governador ou do Presidente da República. Queremos usufruir do sagrado direito de receber em dia a remuneração pelo nosso trabalho. 

O salário é o meio de sobrevivência do servidor público e seu atraso provoca transtornos desnecessários e vexatórios. Muitos servidores estão impossibilitados de honrar seus compromissos financeiros, enquanto outros já calculam os prejuízos com juros, multas e outros encargos causados pelo atraso no pagamento. Foi por isso que a Constituição Federal elevou o salário ao nível de direito fundamental, mantendo-o sob o manto protetor de todas as garantias e direitos fundamentais. 

Os professores deste município, reafirma seu compromisso na defesa dos direitos dos servidores, para que esta situação lastimável seja resolvida e, de forma conjunta, sejam apontados os caminhos a serem seguidos. 

PROFESSORES UNIDOS POR SEUS DIREITOS! 

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo