Aluísio Mendes recebe 32 mil cestas básicas, não envia para cidades atingidas pelas enchentes e manda tudo para seus prefeitos

Relação dos municípios que receberam as cestas;
todos esses prefeitos apoiam Aluísio para deputado federal.
Enquanto cidades maranhenses como Marajá do Sena, Bacabal, Porção de Pedra, Pedreiras e tantos outras são castigas pelas fortes chuvas e precisam de ajuda, sobretudo, da doação de alimentos, o deputado federal Aluísio Mendes (PSC) faz política partidária e fisiologismo com milhares de toneladas de cestas básicas do governo federal

O Blog do Domingos Costa teve acesso a uma relação de 25 municípios (confira ao lado) nos quais os prefeitos apoiam o parlamentar, em todas essas cidades foram destinadas diversas toneladas de alimentos por indicação de Mendes para os gestores fazerem “política”.

Ao todo foram nada menos que 32 mil cestas básicas grandes [de 20 quilos cada] recebidas pelas prefeituras que apoiam Aluísio, são elas: Alto Paraíba, Apicum-Açu, Bacuri, Belágua, Campestre, Capinzal do Norte, Carutapera, Cururupu, Governador Nunes Freire, Joselândia, Paulino Neves, Primeira Cruz, Ribamar Fiquene, Rosário, Santa Helena, Santo Antônio dos Lopes, São Benedito do Rio Preto, São João Batista, São Luís Gonzaga, Senador Alexandre Costa, Tuntum, Turiaçu e Urbano Santos.

Além dessas, as duas maiores cidade do Maranhão nas quais o parlamentar possui vereadores e outros apoiadores na prefeitura também receberam os alimentos: São Luís e Imperatriz.

– SEMSA virou comitê de campanha eleitoral

Toda essa montanha de cestas básicas são oriundas do governo Federal, mais precisamente do Programa Alimenta Brasil (PAB), que substituiu o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

O alimento foi adquirido pelo deputado por meio do Ministério da Cidadania junto ao Secretário Nacional de Inclusão Social e Produtiva, Delcimar Oliveira, conhecido como “Kako”.

E nesse imbróglio envolvendo as 32 mil cestas básicas existem dois problemas:

Primeiro é o fato desse alimento ter sido recebido pela prefeitura de São Luís por meio da Secretaria Municipal de Segurança Alimentar (SEMSA), que funcionou como um comitê de campanha eleitoral do deputado Aluísio.

Após receber os alimentos, a gestão Eduardo Braide forneceu a logística necessária para distribuição aos demais prefeitos maranhenses que o apoiam o deputado.

E, em segundo, o fato de apenas Aluísio Mendes ter sido beneficiado pelo governo Federal, em detrimento de todos os demais parlamentares maranhenses que igualmente fazem parte da base de apoio do presidente Jair Bolsonaro.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo