Vereadora e ex-presidente da Câmara de Estreito é condenada a pagamento de multa e devolução de recursos públicos

O Tribunal de Contas do Estado (TCE), condenou a Vereadora e ex-presidente da Câmara Municipal de Estreito – MA, Mariana Pereira Leite (Mariama Eriberto), ao pagamento de multa de quase R$ 30,000,00 (trinta mil reais) e devolução aos cofres públicos dos gastos por ela apresentados e rejeitados pelo TCE, que ultrapassam o valor de R$ 52,000,00 (cinquenta e dois mil reais), isso em valores da época.

O valor corrigido pode ultrapassar a casa dos R$ 300,000,00 (trezentos mil reais) e é possível que o montante cresça ainda mais em virtude de correções impostas pela inflação do período.
A conta que não fechou é referente ao exercício de 2013.

O processo em desfavor de Mariana Pereira foi transitado em julgado, (quando não cabe mais recurso), restando agora a vereadora apenas cumprir as determinações judiciais, como ré sentenciada pelo órgão fiscalizador dos recursos públicos, e esclarecer ao povo do seu município (Estreito), que rumo tomou o dinheiro gerido por ela (Mariana).

As certidões eletrônicas do processo podem ser encontradas no portal do TCE.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo