Quinta feira (13) com dois graves acidentes e morte, envolvendo motoqueiros em Bom Jardim-MA.


Dois graves acidentes nesta quinta feira (13) na cidade de Bom Jardim-MA, deixando uma vitima em estado grave, no outro acidente teve uma vitima fatal vindo a óbito ainda no local. 

Um dos acidentes foi em uma encruzilhada que fica centralizada com acesso a Rua Miguel Meireles, Rua Nova e Rua 07 de Setembro, que além de perigosa não tem uma placa de sinalização. E ontem por volta das 19:00hs dois motoqueiros se colidirão deixando um dos condutores conhecido como Raimundinho, gravemente ferido tendo que ser transferido as pressas para o hospital regional de Santa Inês-MA, segundo informações o caso do mesmo foi grave que teve Que ser encaminhado para capital do Estado São Luis-MA. até o fechamento dessa matéria não obtivemos mais nenhuma informação sobre o estado de saúde da vitima, ainda segundo informações postada em redes sociais e grupos de whatsapp as outras pessoas envolvidas no acidente tiveram apenas ferimentos leves. 

O outro acidente aconteceu na BR 316 nas proximidades do antigo clube Belém Espaço Show, envolvendo uma outra moto e uma senhora moradora do Bairro Vila Muniz, segundo informações a senhora Benedita de Oliveira, estava indo para um festejo que estava acontecendo na igreja Santa Luzia, no bairro Altos dos Praxedes, informações de parentes da vitima que ela veio a óbito no local do acidente, não temos informações do estado de saúde do motoqueiro. Fonte: nonatonascimento.com
Benedita de Oliveira


Tenho um processo em andamento e não quero continuar com o advogado, como devo proceder?

Não é muito raro nos escritórios de advocacia atendimentos de pessoas informando que possuem um processo em andamento na justiça, porém não mais conseguem entrar em contato com o advogado constituído, ou mesmo, que não há mais interesse em prosseguir com aquele advogado na ação judicial, tampouco sabem informações do processo. Nesse momento paira a pergunta: E agora?

Inicialmente é importante o advogado não constituído orientar a procurar o profissional constituído e solucionar o impasse, pode ter sido um mero problema na comunicação Cliente x Advogado. Se mesmo assim, por mera liberalidade, o cliente não queira mais permanecer com o referido profissional, informe que deverá ser requerido um substabelecimento sem reserva de poderes, para que seja outorgado poderes ao novo advogado.

Contudo, nem sempre o processo está parado por conta da morosidade processual, pelo contrário, o processo encontra-se em andamento. Nesse caso, também, é importante esclarecer, sem denegrir a imagem do colega, apenas informando a realidade dos fatos em razão da ética e moralidade.

Se o cliente desejar trocar de advogado, este deverá entrar em contato com o colega requerendo o substabelecimento (conforme aduzido anteriormente). E, na impossibilidade do substabelecimento, seja por negativa do causídico, seja por não saber o paradeiro deste, poderá se utilizar o procedimento padrão: encaminhar uma notificação ao advogado com Aviso de Recebimento (AR Correios), informando a cassação dos poderes, que será juntado ao processo junto com a procuração outorgada pelo cliente.

Sendo assim, caso você esteja passando por essa situação, seja na condição de cliente ou na condição de advogado é muito importante saber como proceder, pois, tal situação não é tão rara de acontecer.

Em caso de dúvidas pode requer informações junto a Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil, bem como, se na sua cidade houver uma Subseção da OAB, ou até mesmo via internet através do site do Conselho Nacional dos Advogados.

Por Dara Carvalho – Márcio Beckmann Advogados





Evandro Celular e suas novidades, celulares de 16 e 32 gigas com preços imperdíveis: 600,00, 900,00 e 1000,00 R$

A Loja de Aparelhos e Manutenção de Celulares " Evandro Celulares" está com muitas novidades para você cliente. Um infinidade de produtos com preços especiais pra você aproveitar. Capas para o seu aparelho, em diversos modelos, cores e estampas. Tá precisando de um aparelho celular, aproveita agora e visite a loja que você vai encontrar vários modelos e no seu estilo, tudo isso facilitado pra você com preços que cabem no seu bolso.

A loja fica localizada no Mercado Central de Zé Doca. " Evandro Celular" ainda compra seu aparelho usado para retiradas de peças, manutenção e atualização de celulares e peças. 

Confira as novidades! venha até nossa loja e veja nossos produtos:













Fazenda sugere a governo Bolsonaro fim do abono salarial e revisão do reajuste do mínimo

Resultado de imagem para abono salarialPor Marcela Ayres

BRASÍLIA (Reuters) - O Ministério da Fazenda sugeriu ao novo governo uma segunda rodada de reformas depois de aprovada a mudança nas regras da Previdência, contemplando medidas como a revisão da política de reajuste do salário mínimo e o fim do abono salarial, para controle dos gastos públicos e direcionamento dos benefícios sociais aos efetivamente mais pobres.

Em documento sobre os feitos da atual gestão e os desafios que se colocam para o governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), divulgado nesta quarta-feira, a Fazenda avaliou que a nova política de reajuste do mínimo deve ser condizente com os níveis salariais do setor privado e compatível com a atual situação de aperto fiscal.

Estimativas do time econômico apontam que cada 1 real de elevação no valor do salário mínimo implica necessidade adicional de 304 milhões de reais em gastos da União. A regra atual de reajuste estipula que o salário mínimo deve ser corrigido pelo INPC dos 12 meses anteriores somado ao crescimento da economia de dois anos antes. 

O governo de Jair Bolsonaro, inclusive, deverá decidir logo nos primeiros meses do ano como será a nova fórmula de cálculo do salário mínimo, que baliza o pagamento a servidores e aposentados, com forte relevância orçamentária. Isso deverá ser feito até 15 abril, quando deverá enviar ao Congresso o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2020.

Sobre o abono salarial, a Fazenda avaliou que representa "um programa que beneficia população distante da pobreza extrema, por ser composta por indivíduos que estão empregados e no setor formal da economia".

O abono consiste no pagamento de um salário mínimo a cada ano ao trabalhador, para suplementação de renda segundo critérios legalmente estabelecidos. Na proposta orçamentária de 2019, estão previstos 19,2 bilhões de reais para o benefício.

No grupo de reformas de políticas sociais, a Fazenda vê ainda a necessidade de mexer em mais cinco frentes. Entram nesse bojo a realização de uma reforma da Previdência dos militares, a formatação da aposentadoria rural como programa assistencial e a revisão do Benefício de Prestação Continuada (BPC), voltado para idosos e pessoas com deficiência.

Na visão da pasta, o BPC "representa custo mais elevado, alto nível de judicialização e menor focalização nos pobres, quando comparado com outros programas sociais, como o Bolsa Família". Para 2019, a proposta de Orçamento prevê 59,2 bilhões de reais para o BPC e para a Renda Mensal Vitalícia, beneficiando 4,9 milhões de pessoas.

Em comparação, o Orçamento do Bolsa Família no ano que vem é de 29,5 bilhões de reais, para atendimento de 13,6 milhões de famílias.

Fechando o grupo de sugestões da Fazenda estão ainda uma reforma do FGTS "para reduzir o prejuízo causado aos trabalhadores pela sub-remuneração das contas e, ao mesmo tempo, torná-lo um instrumento complementar de financiamento do seguro-desemprego", e a extinção do FI-FGTS "por representar um instrumento de crédito direcionado a projetos escolhidos pelo governo, sendo mais produtivo que os recursos sejam livremente alocados ou permaneçam vinculados ao financiamento habitacional".

DESIGUALDADES

No documento, a Fazenda defendeu ainda que o reequilíbrio entre receitas e despesas passa necessariamente pela reforma da Previdência, que é imperativa também para diminuir desigualdades no país.

Segundo o ministério, 41 por cento dos benefícios pagos pela Previdência Social vão para os 20 por cento mais ricos, ao passo que somente 3 por cento dos recursos vão para os mais pobres.

A Fazenda apontou que o novo governo também deve se debruçar sobre os gastos com pessoal, uma vez que 79 por cento das despesas com folha de pagamento do governo federal vão para os 20 por cento mais ricos.

"A maior contenção dessa remuneração e a diminuição dos postos de trabalho no setor público teriam efeito significativo no sentido de redistribuir renda", disse o texto.

O Bolsa Família, que é considerado pela Fazenda verdadeiramente distributivo e uma exceção dentre outras políticas públicas do governo, vai na direção inversa: 44 por cento dos recursos são direcionados para os 20 por cento mais pobres.






Desça daí: Cemar é condenada por cobrança de seguro em conta de luz



A justiça do Maranhão reconheceu a ilegalidade e nulidade de uma cobrança do produto denominado ‘Seguro Plugado’, lançado mensalmente na conta de energia de uma consumidora pela Companhia Energética do Maranhão (CEMAR).

O magistrado Edmilson da Costa Lima, titular da comarca de Brejo, condenou a empresa ao pagamento de R$ 3 mil reais a título de danos morais, e à devolução, em dobro, dos valores descontados ao longo de quase seis anos, sem a autorização da consumidora.

Na ação, a cliente sustentou a ocorrência de cobranças do serviço Seguro Plugado, no valor de R$ 2,33 mês, embutidas nas faturas de energia, sem sua autorização ou contratação do serviço, pelo que alegou transtornos morais e prejuízos materiais.

A CEMAR, chamada a se defender no processo, alegou que a adesão ao seguro ocorreu espontaneamente por parte da autora; a inexistência de ato ilícito; danos morais; repetição de indébito; bem como a impossibilidade da inversão do ônus prova.

A justiça entendeu que a cliente pagou a proposta de adesão enviada pela requerida, como se fatura de energia fosse, “até mesmo pela falta de transparência e esclarecimentos por parte da concessionária requerida, que apesar do dever legal, escusa-se de informar correta e ostensivamente o consumidor do serviço”, discorreu.

O juiz entendeu que a concessionária de energia incluiu na fatura de consumo mensal a cobrança de um serviço não previamente ajustado com o usuário, induzindo o consumidor a erro.






Oportunidade! Terreno Plano 10 de frente por 25, No Condomínio Novo Horizonte em Zé Doca: veja e Entre em Contato

O Show do Ano: Zezo. O arrasta multidões, em Show neste Domingo (16) em Zé Doca

É domingo (16), no Club Luxemburgo em Zé Doca, você vai curtir o incrível show de um dos cantores mais apaixonados do Brasil, Zezo Potiguar. E para a noite ficar mais incrível contará com o show da banda Beijo de Menina e Forró Ostentação.

Depois de anos, o cantor romântico volta a se apresentar na cidade de Zé Doca. Zezo, ganhou projeção nacional e hoje é considerado uma das principais vozes do romantismo. Com sua forma única e intensa em suas interpretações ele encanta multidões, e segue com a promessa de trazer o amor em um mega show na cidade de Zé Doca.

Corra e garante já seu ingresso, lojas noroeste bar do Anízio e posto Zé Doca, com a marca de Moraes Produções.










Veja Fotos dos Quatro suspeitos do assassinato de Ivanildo Paiva prefeito de Davinópolis

Ivanildo Paiva em vida
Crime devidamente calculado e muito dinheiro foi pago para a execução do prefeito Ivanildo Paiva, só falta ser preso os mandantes 

Publicado em 11/12/2018

Por André Gomes


Força Tarefa




A Força Tarefa que investiga o assassinato do prefeito de Davinópolis, Ivanildo Paiva, com auxílio da Delegacia Regional de Barra fo Corda, prenderam quatro suspeitos de envolvimento no assassinato. Foram presos um policial militar do Maranhão, Willimi Nascimento da Silva, lotado na cidade de Grajaú, o cabo da PM do Pará, Francisco de Assis Bezerra Soares, conhecido por Tita, preso em Dom Elizeu.

Willimi N.Silva-PMMA lotado em Grajaú-MA


Cabo PMPA- Francisco de Assis Bezerra Soares


Jean Dearlam dos Santos Neres e José Denilton Feitosa Guimarães, conhecido por Boca Rica, preso no Bacuri. As quatro prisões são temporarias( Cinco dias) podendo ser prorrogadas mas cinco dias.




Jean Dearlam dos Santos Neres


Denilton Feitosa Guimarães, conhecido por Boca Rica 



Topo