Vereador Bill Moraes prestigia Aniversario de 182 anos da Policia Militar em Zé Doca



Na manhã deste sábado (16), o vereador Bil Moraes, prestigiou, a festividade de aniversário de 182 anos da BPM/MA – Batalhão de Polícia Militar em Zé Doca.

Bil Moraes foi recebido pelo Major Brito e Andrade e demais policiais que participam do evento. O dia foi comemorado com um torneio de futebol na sede Bola na Rede nas proximidades da BR 316 com direito a churrasco e uma corrida masculina e feminina pelas ruas de Zé Doca.

O vereador parabenizou a atuação dos militares pelo cumprimento da lei na preservação da ordem pública.

“A polícia do Maranhão é extremamente importante para a população, não poderia deixar de parabenizá-lo os PM’s, pois eles tem um papel fundamental na sociedade”, destacou Bil



Por: Bryan Rafael

A 5 anos perdíamos o ícone da cultura de Zé Doca, EDVALDO SOUZA

Edvaldo Souza
Edvaldo Sousa faleceu na madrugada de sexta-feira, 24 de maio de 2013. Ex-secretário de cultura do Município de Zé Doca, considerado o ícone da cultura Zedoquense. Edvaldo Sousa teve um AVC (Acidente Vascular Cerebral) no último dia 16 na quinta-feira de maio de 2013, em sua residência. depois de sofrer um AVC, no inicio da doença, Edvaldo Souza foi hospitalizado em na cidade de Santa Inês, sem melhoras foi transferido para a capital aonde veio a falecer. Edvaldo Souza era filho da cidade de pedreiras, mais residia há vários anos em Zé Doca sendo considerado por muitos filho de Zé Doca, pelo carinho que tinha pela cidade, Edivaldo foi secretario de cultura por três mandatos, era um excelente promoter sendo requisitado até para organizar eventos em outras cidades, Naquela época o velório foi realizado na Casa Paroquial em Zé Doca pois o mesmo não teve as devidas condolências. 

Edvaldo souza foi meu amigo na cidade de Zé Doca. eu Naã Ramos Lira ainda no inicio das festas produzidas por ele apresentei festas, concursos, bandas e demais como arraiais por dois mandatos também fui sonoplasta do mesmo em 1998 na rádio que mais fez sucesso em Zé Doca, a Criativa FM. Na qual o mesmo fazia o programa DESTAK, logo depois juntamente com outros amigos como Osmar de oliveira trabalhamos na rádio alvorada, hoje de propriedade do sr. Constantino Neto, O mesmo foi um dos mentores do Teatro Experimental de Zé Doca, ponto de partida para uma luta pela conscientização política em nossa cidade, com destaque depois para as lutas de emancipação, criação do município de Zé Doca. O Teatro Experimental de Zé Doca foi onde e como tantos outros companheiros começaram a ver o mundo sob uma ótica crítica e adquiriram as noções básicas da política. Ao contrário de muitos e de outros, Edvaldo permaneceu apenas restrito ao seu trabalho cultural, se esquivando de ideologias, mesmo assim desenvolvendo um grande trabalho na promoção de eventos e sendo até agora um ícone da cultura Zedoquense. minha singela homenagem a ele Edvaldo Souza. por Naã Ramos lira

Prefeitura de Zé Doca ou Secretário de cultura perseguem Dança Indígena no Arraial que era para todos

Dia desses postaram um comentário em certa comunidade de Wattsap, sobre a provável exclusão da Dança Indígena Manauara dos Festejos Juninos de Zé Doca. Li aquilo e fiquei a imaginar como poderiam ficar de fora do evento para o qual passaram o ano se preparando, dedicados, com despesas, as famílias envolvidas. Mais ainda em se tratando de um grupo tão representativo da nossa cultura e vencedor que é. Dias depois, próximo as frutarias da Stanley Fortes/Mercado, voltei a ouvir o mesmo comentário. Enfim, onde quero chegar. Na minha opinião, e não quero estar errado quanto a isso, até porque além de mim, muitas outras pessoas pensam e falam, a gestão da prefeita Josinha, de gestão que a tanto vemos pessoas aplaudindo, elogiado, pelos evidentes méritos visto por onde se anda, com obras e ações outras as mais diversas, certamente fará um grandioso e memorável evento junino, do qual farão parte não só Manauara, como os vários grupos existentes em nossa cidade, incentivados e apoiados por esse governo que se diz atuante e que, principalmente, faz o que o povo espera, o que faz o seu povo feliz!.


Calce o seu chamató é vamos para o arraiá mais bonito e animado da região.

Pula fogueira iaiá

Pula a fogueira ioiô

Cuidado para não se queimar

Pois essa fogueira já queimou o meu amor

Sim continuemos:

Semana passada a Prefeita Josinha mandou chamar todos os grupos e patrocinou: 

Quadrilhas 1.200 reais.
Dança Indígena 1.500 reais.

Parabéns a prefeita Josinha ou como se diz ao responsável pela injuria de retirar, porque não a melhor  dança pois os méritos estão na história da mesma. porque excluir a Dança Indígena Manauara? e não patrocinar a mesma?. apenas por que o regente não votou com o partido 22?.

A dança 5 vezes a campeã em Zé Doca foi excluída do Município de Zé Doca. 

Além de Não receber o patrocínio por parte da prefeitura,porque todas as outras danças foram patrocinadas pela prefeitura ainda NÃO querem permitir que a Dança Indígena Manauara se apresente no arraial de Zé Doca.

Cultura é para todos .

Cultura não tem lado.

A dança Seguirá firme no propósito de levar conhecimento cultural a nossa querida Zé Doca.

Em 2018 vão trazer a maior revolução em nossas apresentações. 

Vão Seguir ombreados cada componente, cada Família de Componente e com a certeza que Zé Doca terá sim a oportunidade de ver Dança Indígena Manauara numa apresentação apoteótica. 

Com a palavra Secretário, e a Prefeitura o espaço está aberto aos mesmos. 

Tentei entrar em contato com o secretário de cultura o mesmo não quis se relatar sobre tal acontecimento. 


Gleisi Hoffmann "Presidente do PT" terá ação penal julgada hoje pelo STF

STF julga hoje ação penal contra Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo
A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) julga hoje (19), a partir das 14h, ação penal proposta pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e seu marido, o ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo.
No processo, os cinco ministros do colegiado vão decidir se condenam ou absolvem os acusados dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, na Operação Lava Jato.
De acordo com a denúncia, Gleisi teria recebido R$ 1 milhão para sua campanha ao Senado em 2010. O valor teria sido negociado por intermédio de Paulo Bernardo e do empresário Ernesto Kluger Rodrigues, que também é réu. 
No entendimento da PGR, o valor da suposta propina paga a Gleisi é oriundo de recursos desviados de contratos da Petrobras, conforme citações feitas pelo doleiro Alberto Youssef, um dos delatores das investigações.
A Segunda Turma é composta pelos ministros Edson Fachin, relator da ação, Celso de Mello, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Dias Toffoli
Defesa
Em documento encaminhado ao Supremo durante a fase de defesa, os advogados do casal afirmaram que as acusações são “meras conjecturas feitas às pressas”, em função de acordos de delação premiada.
“A requerida [senadora] jamais praticou qualquer ato que pudesse ser caracterizado como ilícito, especialmente no bojo do pleito eleitoral ao Senado no ano de 2010, na medida em que todas as suas contas de campanha foram declaradas e integralmente aprovadas pela Justiça Eleitoral”, afirmou a defesa, na ocasião.
Após tomar ciência da liberação do processo para julgamento, a defesa da senadora disse que recebeu a notícia com naturalidade e confia que será absolvida.
Agência Brasil

Recurso do ex-presidente Lula por liberdade deve ser julgado dia 26

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin liberou para julgamento recurso protocolado pela defesa para suspender a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O caso deve ser julgado pela Segunda Turma da Corte no dia 26 de junho, conforme sugestão do ministro. Se a condenação for suspensa como foi pedido pelos advogados, o ex-presidente poderá deixar a prisão e também se candidatar às eleições.
O ex-presidente está preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba desde o dia 7 de abril, por determinação do juiz Sérgio Moro, que ordenou a execução provisória da pena de 12 anos e um mês de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, no caso do tríplex em Guarujá (SP). A prisão foi executada com base na decisão do STF que autorizou prisões após o fim dos recursos segunda instância da Justiça.
Na petição enviada ao Supremo, a defesa do ex-presidente alega que há urgência na suspensão da condenação, porque Lula é pré-candidato à Presidência e tem seus direitos políticos cerceados ante a execução da condenação, que não é definitiva.
“Além de ver sua liberdade tolhida indevidamente, corre sério risco de ter, da mesma forma, seus direitos políticos cerceados, o que, em vista do processo eleitoral em curso, mostra-se gravíssimo e irreversível”, argumentou a defesa.
Além de Fachin, a Segunda Turma do STF é composta pelos ministros Gilmar Mendes, Ricardo Lewadowski, Dias Toffoli e Celso de Mello.
(Agência Brasil)

O bilionário rombo do FIES vem à tona, mais um descalabro da era PT



Uma auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) descobriu rombo estimado em R$ 20 bilhões no Financiamento Estudantil (FIES) entre 2009 e 2015, cifra que coloca em xeque um dos principais programas do Ministério da Educação.

‘Não posso deixar de destacar minha indignação com o descalabro na gestão do FIES’, disse a relatora do processo no TCU, ministra Ana Arraes, durante a sessão de análise do parecer. Em votação unânime, os ministros do tribunal determinaram a intimação de oito autoridades dos governos de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff para depoimentos sobre o perdulário escândalo na Educação.

Entre os intimados estão os ex-ministros da pasta Fernando Haddad, Aloizio Mercadante e José Henrique Paim, além do ex-titular do Planejamento, Nelson Barbosa, e da ex-presidente da Caixa Econômica Federal, Miriam Belchior. Todos estão instados a apresentar justificativas para o ‘descalabro bilionário’. No entanto, ao final do processo, podem ser punidos apenas com multas de até R$ 54 mil e inabilitação para o exercício de cargos em comissão e funções de confiança no serviço público.

Cumpre informar: hoje, um dos principais problemas com inadimplência nas agências da Caixa Econômica Federal vem dos desregrados e flexíveis contratos firmados através do FIES na última década. Por ter punição branda — quase nula — e diante da crise econômica que está devastando o país, a expressiva maioria dos estudantes, formados graças ao subsídio dos cofres públicos dos pagadores de impostos, não paga sequer a primeira parcela da dívida. Há agências da Caixa onde o FIES representa 90% da inadimplência.

Outro detalhe que merece destaque é a constatação da auditoria do TCU apresentada no relatório final: ‘É certo que o FIES passou a ser visto não apenas como oportunidade de acesso ao Ensino Superior, mas também como chance de realização de negócios’.

Aliás, uma das maiores beneficiadas com a flexibilização e má gestão no FIES foi a principal empresa do setor privado de ensino no Brasil, que tem entre seus sócios-proprietários um dos ex-titulares do Ministério do Turismo da Era PT, o mesmo que ‘empresta’ os famigerados jatinhos utilizados por Lula da Silva.

A manobra fiscal detectada pelo TCU indica que os governos Lula e Dilma, apenas com os contratos firmados até 2015, também ocultaram um passivo de R$ 55 bilhões com as universidades privadas que deve ser pago pelo Tesouro Nacional até 2020.

(Jornal da Cidade Online)

Vereador Roda Raiada de Zé Doca sofre tentativa de assalto na noite desta segunda-feira



O vereador de Zé Doca, Alexandre Barroso, sofreu uma tentativa de assalto na noite desta segunda-feira (18) enquanto lanchava com sua esposa em uma lanchonete próximo ao ponto do farol no centro da cidade.

De acordo com informações, o mesmo teria notado quando o assaltante chegou com um revolver calibre 38 anunciando o assalto. O vereador de imediato reagiu e entrou em luta corporal com o ladrão.

Lopo após, o bandido saiu correndo com o revolver na mão sem levar nada das vitimas. por Brian Rafael

Apesar do susto ninguém ficou ferido. 


Sobre reagir a assalto segundo especialistas:

Como agir durante um assalto? 

A prática de roubo já se tornou acontecimento comum na maioria das capitais brasileiras. O crescimento das cidades traz consigo a violência urbana e é desta violência que devemos nos proteger.

Praticamente todos nós já tivemos um parente ou amigo que foi assaltado ou esteve sob a mira de um revolver. Alguns saíram ilesos e outros, infelizmente, foram baleados.

Aí surge uma pergunta importante e útil: Por que algumas vítimas morrem nas mãos de um ladrão e a grande maioria sai ilesa, perdendo apenas seus pertences?

A resposta a esta pergunta é crucial para a sobrevivência de muitas vítimas. Preste bastante atenção no relato de um bárbaro crime que ocorreu em setembro de 2002, pela manhã:

Valdir da Silva deixava sua residência no Embu com seu veiculo, acompanhado do filho Mateus de apenas 3 anos. Repentinamente surgem dois marginais armados que anunciam o assalto. O susto teria feito o motorista acelerar o carro. Um dos criminosos fez um disparo que atingiu o peito da criança que faleceu antes de chegar ao pronto socorro.
Vamos supor que o leitor fosse convidado para ir a um acampamento no meio da selva amazônica. Provavelmente você teria antes de passar por um treinamento para aprender a lidar com os perigos da mata fechada e suas armadilhas ardilosas. Sabedor de todas essas orientações, você com certeza correria menos riscos do que uma pessoa que se recusa a aprender essas informações valiosas. 

Vamos a outro caso que vivenciei como Delegado de Polícia:
O ajudante geral M.H.B. conduzia sua motocicleta, com a namorada na garupa, na região de Palmeiras. Repentinamente surge outro motociclista que emparelha sua moto com M.H.B. O garupa saca de sua arma de fogo e anuncia o assalto. O ajudante geral acelera a motocicleta e o marginal faz um disparo atingindo as costa da namorada de M.H.B. que fica paraplégica. Graças a uma competente investigação os assaltantes, uma semana depois, foram presos em Ribeirão Pires. 


Mas, como se portar durante um assalto? Veja algumas dicas:

1) No momento em que o bandido tira o revolver da cintura ou anuncia verbalmente o assalto, a vitima não deve tentar fugir, correndo ou acelerando moto ou carro. Nesses casos normalmente o marginal faz um disparo na direção da vitima que tenta evadir-se. 

2) Jamais reaja, pois 80% das vítimas que tentaram impedir um assalto foram baleadas. 

3) Não realize movimentos bruscos, pois o criminoso pode imaginar que você esta esboçando uma reação ou tentando pegar uma arma de fogo. 

4) Iniciado o roubo permaneça imóvel, mostrando sempre as mãos e siga as determinações do bandido. 


5) Antes de realizar qualquer movimento (principalmente com as mãos) avise verbalmente o marginal para que ele não leve um susto e acabe acionando o gatilho do revolver. 

6) Após anunciar o movimento que pretende realizar, faça-os de maneira lenta, sem afobação. 

7) Não olhe para os olhos do marginal, pois isso pode irritá-lo, tornando-o ainda mais tenso.

8) Não tente negociar bens num momento tão crítico e perigoso. Pense somente na sua integridade física e mental e por isso entregue todos os pertences que o marginal ordenar.

9) Mesmo que você tenha certeza que o ladrão possui uma arma de brinquedo, não tente dominá-lo, pois eles sempre estão acompanhados e o comparsa pode te ferir pelas costas.

Prefeitura de Presidente Dutra - MA realiza Concurso Público com mais de 1.000 vagas, com salários de até R$ 15 mil

Os profissionais contratados podem receber salários de até R$ 15 mil.
A Prefeitura de Presidente Dutra, no Estado do Maranhão, anunciou novo Concurso Público que tem como objetivo o provimento de 1.031 vagas, sendo 413 imediatas e 618 para formação de cadastro de reserva.
As oportunidades são para candidatos de todos os níveis de escolaridades, onde os profissionais devem atuar nas Secretarias Municipais de Administração e Finanças; Assistência Social e Mulher; Saúde e Educação, nos cargos de 
Advogado (1); Agente Administrativo (46); Agente Comunitário de Saúde (5); Agente de Portaria (4); Agente de Posto (5); Agente Social (3); Assistente Social (6); Atendente de Consultório Odontológico (3); Auxiliar de Farmácia (3); Auxiliar de Nutrição (5); Auxiliar de Serviços Gerais (60); Bioquímico (2); Coveiro (1); Cozinheira (3); Cuidador (4); Dentista (3); Digitador do Cadastro Único (2); Educador Físico (1); Educador Social (6); Eletricista (2); Enfermeiro (15); Entrevistador do Cadastro Único (2); Facilitador de Oficinas (4); Fiscal de Obras e Posturas (1); Fiscal de Tributo (1); Fisioterapeuta (2); Médico Anestesiologista (1); Médico Cardiologista (1); Médico Cirurgião Geral (1); Médico Clinico Geral (7); Médico do PSF (6); Médico Ginecologista (1); Médico Pediatra (1); Médico Psiquiatra (1); Médico Ultrassonografista (1); Motorista (11); Motorista de Ambulância (8); Nutricionista (1); Orientador Pedagógico I (5); Orientador Pedagógico II (3); Pedagogo (1); Pedreiro (3); Procurador (1); Professor de Ciências (2); Professor de Educação Física (1); Professor de Filosofia (1); Professor de Geografia (2); Professor de História (2); Professor de Inglês (2); Professor de Língua Portuguesa (4); Professor de Matemática (8); Professor Pedagogo ou Magistério Superior (50); Psicólogo (3); Químico Ambiental (1); Recepcionista (15); Servente de Pedreiro (3); Técnico de Enfermagem (30); Técnico de Laboratório (2); Técnico de Laboratório em Citologia (1); Técnico de Radiologia (2); Técnico em Informática (1); Técnico em Segurança do Trabalho (1); Terapeuta Ocupacional (1) e Vigia (38). Vale ressaltar que há funções para pessoas com deficiência.

Os contratados vão cumprir jornadas de 24h a 40h semanais, com remunerações que partem de R$ 954,00 e podem chegar até R$ 15.000,00.

Para participar, os interessados precisam arcar com as taxas nos valores de R$ 90,00 a R$ 140,00 e se inscrever a partir das 10h do dia 22 de junho de 2018 a 23 de julho de 2018, pelo endereço eletrônico www.gabrielexcelencia.net.br.

Aqueles que tiverem as inscrições aceitas serão submetidos à Prova Objetiva, prevista para o dia 9 de setembro de 2018, seguido pela Análise Curricular, conforme determina o edital disponível em nosso site.Jornalista: Gabriel Rabello Lanza

Carretas com estrutura da ponte Central/Bequimão atropelam sarneyzistas



Por Leandro Miranda
As carretas que estão levando a estrutura da ponte Central-Bequimão viraram um motivo de muito choro nas hostes sarneyzistas. A obra, que é uma lenda para a população da Baixada Maranhense, será uma grande marca levando desenvolvimento para o local.

Por isso, desde já, sarneyzistas trabalham para desqualificá-la, afirmando que a obra não passará de promessa. No entanto, as estruturas já chegam ao local desde a semana passada e, depois de todo o processo de estudo e projeto da obra histórica, o sonho começa a virar realidade.

Na verdade, o grupo Sarney está torcendo muito para que a ponte não seja entregue. Com certeza entrarão na justiça para parar a obra, como estão tentando fazer com hospitais, parques e outras obras do governo.

A tática adotada para informar a população de que a ponte sairá do papel, diferente de milhares de lendas durante o regime oligárquico, inclusive essa ponte, tem deixado os sarneyzistas em polvorosa.

Reclamam da comunicação direta entre governo e cidadãos, por meio de redes sociais e placas em caminhões, demonstrando mais uma vez não conseguir lidar com o sucesso do governo Flávio Dino.

Luciano Genésio anuncia apoio a Flávio Dino, Weverton e Waldir Maranhão





O prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio (PP), usou suas redes sociais neste domingo (17) para anunciar que apoiará o governador Flávio Dino à reeleição e os deputados Weverton (PDT) e Waldir Maranhão (PSDB) para o Senado. Ele também apoiará André Fufuca (PP) para deputado federal e a primeira-dama Thaiza Hortegal (PP) para deputada estadual.

Luciano Genésio reuniu 146 presidentes de comunidades e 11 vereadores para assistir à estreia do Brasil na Copa do Mundo e aproveitou a ocasião para anunciar os nomes dos seus pré-candidatos.

Em seu perfil no Instagram ele fez um agradecimento a todos os parceiros; à sua família, em especial ao seu pai, o ex-prefeito José Genésio; e ao deputado André Fufuca, que chamou de parceiro de todas as horas. Em seguida enumerou todos os nomes que terão seu apoio nas eleições estaduais.

Há cerca de uma semana, o secretário estadual de Articulação Política e Comunicação, Márcio Jerry, já havia postado em suas redes sociais o registro de uma reunião entre o governador e o prefeito, na qual também estiveram presentes os deputados Weverton e André Fufuca e a primeira-dama Thaiza Hortegal.

Multidão lotou praça do mercado na festa de aniversário do prefeito Roberto do Posto

Uma verdadeira multidão lotou a praça do mercado em Gov.Newton 
Bello na noite desta quinta-feira(14), para acompanhar de perto a tradicional festa de aniversário do prefeito Roberto do Posto.


O evento é organizada pelo prefeito Roberto do Posto e cada ano surpreende pela presença de milhares de pessoas na festividade.


Estiveram presentes na oportunidade, além do prefeito Roberto do Posto e toda sua família, secretário municipais, vereadores, equipe de governo. 



Na programação foi exibido no telão para todos presentes,um documentário da trajetória pessoal e política do aniversariante da noite.

As autoridades presentes deixaram na oportunidade suas palavras parabenizando o prefeito e agradecendo a presença de todos. Já deputado Josimar Maranhãozinho além de parabenizar o prefeito frisou algo que é sonho de toda população newtonbelenses,” Além de está aqui presente neste dia especial para parabenizar meu amigo Roberto, estou aqui também para anunciar a todos os munícipes a confirmação da emenda da estrada que liga sede ao povoado união, o sonho vai se tornar realidade graças a parceria direta que temos com o gestor.“

“Não poderia deixar de agradecer a todos os meus amigos, secretários, vereadores, minha família. Hoje é um dia especial para mim e ainda mais com a presença de todos aqui nos prestigiando. Eu estou muito feliz com essa notícia do nosso deputado Josimar em relação a estrada. Obrigado deputado pela parceria e também por ajudar a realizar um dos maiores sonhos da população do nosso município.“







O evento contou com animação total de 04 atrações(Forró Tô Solteiro, Banda Beijo de Menina, Parceiro Paz e Railson & Lidiane ), que animaram o público até as 06 horas da manhã.

CESZD-UEMA homenageou poetas Zedoquenses durante a realização de arraial

Em clima de festa a Universidade Estadual do Maranhão-CESZD- Zé Doca, homenageou os poetas Zedoquenses durante a realização do arraial daquela instituição que ocorreu na quinta-feira dia 14 de junho de 2018. O Movimento Literário Zedoquense-MLZ agradece os colaboradores, professores e acadêmicos por iniciativa tão nobre e inédita no cenário cultural de nossa cidade. Nossa gratidão especial aos acadêmicos da turma de letras 5 º período, aos queridos amigos escritores e poetas Kenedy Varão, Greyce Soares e Luma Oliveira, ao professor Sérgio Roberto, professora Luana e aos queridos amigos poetas que compareceram ao evento.
Ressaltamos que a literatura Zedoquense é rica e necessita do apoio de todos, professores, poder público, alunos e da sociedade de modo geral, para que possamos ser reconhecidos e valorizados, pois só assim podemos construir a verdadeira identidade cultural e literária de nossa terra querida.

MINHA ZÉ DOCA QUERIDA

Querida Zé Doca
Atravessarei o oceano
Levarei o teu nome
Junto ao meu nome

Enaltecerei tuas cores
Combaterei os dissabores
Lutarei para te engrandecer.

Terra de muitos talentos
Poetas, músicos e artistas que trazem alento
Ao teu sofrimento,
Teu nome espelhará entre sublimes pensamentos
Que nos fazem repensar
O que te causa LAMENTO

Zé Doca, teus verdadeiros filhos

Jamais te mancharão,
Porém limparão
Toda sujeira
Que mancha tua augusta bandeira.

Ezequias S. da Silva
©COPYRIGHT
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS







Vereador Bill Morais usa requerimento e Zé doca ganhará uma praça com academia pública

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo

Menina de 3 anos é espancada por padrasto até a morte por fazer xixi na roupa

Foto: Reprodução (TV Poços)

Reportagem:CAROLINA CAETANO
Fonte: O TEMPO

Morreu nesta sexta-feira (15), a pequena Ana Lívia Lopes da Silva, de apenas 3 anos, espancada pelo padrasto por fazer xixi na roupa em Poços de Caldas, no Sul de Minas. A mãe da criança também foi detida por omissão às agressões.


De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, a menina foi levada a um hospital desacordada e muito inchada pela tia materna, no início da noite dessa quinta-feira (14). Policiais foram acionados e fizeram contato na unidade de saúde também com a mãe do suspeito.

A mulher disse que ao chegar do serviço foi abordada pela nora, mãe de Ana Lívia, dizendo que o companheiro havia batido na enteada. À polícia, a mulher de 18 anos contou que as agressões ocorreram na quarta (13) depois que a menina urinou na roupa e, irritado, o criminoso, de 27, deu chineladas na garotinha.

A mãe afirmou que estava dormindo e só percebeu que a filha havia sido agredida por volta de 8h30 dessa quinta. A criança ainda teria conversado um pouco, mas perdeu a consciência e passou o dia inteiro desacordada dentro de casa. A mãe alegou que entrou em desespero e por isso não tomou nenhuma providência.

Por volta das 17h30, a criança começou a vomitar e só então a mãe pediu ajuda da sogra. A princípio, a menina recebeu o primeiro atendimento no Hospital Margarita Moralles, mas, devido à gravidade dos ferimentos, foi transferida para a Santa Casa da cidade, onde foi constatado traumatismo craniano.

A criança permaneceu em coma induzido até a madrugada, quando morreu. Um médico da Santa Casa afirmou aos militares que Ana Lívia tinha sinais de abuso sexual. No entanto, apenas exames periciais poderão confirmar o estupro.

O bandido foi preso em casa e preferiu ficar calado. Ele e a mãe da vítima foram encaminhados à delegacia de plantão.

Acontecerá amanhã eventos do 29° batalhão de militar de ZÉ DOCA em alusão aos 182 anos da POLÍCIA MILITAR (MA)


EVENTOS DO 29° BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR DE ZÉ DOCA-MA. EM ALUSÃO aos 182 anos da POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO MARANHÃO (PMMA). PMMA: Criada em 17 de junho de 1836. 1° comandante: brigadeiro ANTONIO FELICIANO FALCÃO Patrono: TIRADENTES EVENTOS EM ZE DOCA-MA: dia 16.06.2018(sábado) 

1)CORRIDA RÚSTICA

faixas: de 18 a 40 anos;
de 41 anos em diante.

horário:
das 7h as 9hs
no percurso da Ceramica Barro Bom ...km 195 da BR 316. até  a AABR,
proximo ao posto JOYCE ...KM 200 da BR 316.

SAO 5 KM PRA MASCULINO
com saída no Km 195 da BR 316 chegada no KM 200 BR 316.

3 KM FEMININO
com saída do KM 197(HOTEL LUXEMBURGO).....chegada no KM 200 (AABR).

2)TORNEIO FUTEBOL SOCIETY

das 9h as 14h
Times convidados.

PMMA, desde 1836. SEGURANÇA ATIVA, CIDADANIA VIVA.
1)  29° BPM (PM)
2)  29° ADM (PM)
3)  CIAS/DPM BR (PM)
4)  EQUIPE ÁGUIA (PM)
5)  ACADEMIA 40°
6)  AABR (ASSOCIAÇÃO)
7)  LEÃO DA VILA
8)   AABB
9)   BANCO AMAZÔNIA
10) CORREIOS
11) ESCOLA BANDEIRANTE 
12) TIME BOM JARDIM
13) SAMBA
14) GUARDA MUNICIPAL ZD
15) ARBITRAGEM (ZÉ  DOCA)
16) SEMED ZD
17) ARMAZÉM PARAÍBA

Idêntico ao flagrante de Fabíola, marido flagra a mulher Janaína em motel com o amante; confira no vídeo


Em 2015, o marido deu um flagrante na esposa Fabiola em Minas Gerais, com um gordinho amigo do casal em um motel. Ela havia dito que iria para a manicure. O amante ficou conhecido por Gordinho da Saveiro. Agora, outro marido traído, em Poços de Caldas, Minas Gerais, flagrou a mulher Janaína também no motel, Assim como no caso Fabíola, Janaína estava dentro de um Saveiro se preparando para sair. 

Ex-mulher de Wesley Safadão fica revoltada, abre o jogo e entra com pedido de prisão do cantor

Foto/Reprodução
Publicidade
A situação envolvendo Mileide Mihaile, de 29 anos, ex-mulher de Wesley Safadão, com quem tem Yhudy, de 7, está ficando cada vez mais complicada. Isso porque, conforme ja foi noticiado, o cantor entrou com um pedido solicitando que o valor pago de pensão, cerca de R$ 9 mil, seja revisto e a que a Justiça inclua os valores que ele dá por fora da importância depositada mensalmente.

Pronto, foi aí que se iniciou uma verdadeira confusão envolvendo o nome de Wesley Safadão. Agora Mileide Mihaile, ex-de Wesley Safadão resolveu abrir o jogo. Em conversa com a revista Quem, a Digital Influencer falou sobre a situação: “Fiquei sabendo do pedido quando fui intimada na quarta-feira (6). Ele sempre pagou 10 salários mínimos (algo em torno de 9 mil), mas pagava por fora a escola do nosso filho, que custa R$ 2.600. Só que há 2 meses, ele desconta a escola do nosso filho mais R$1 mil de gasolina do valor total da pensão pois ele simplesmente decidiu assim. Então o valor que fica para o Yhudy é de R$5.400”, explicou ela, que esclareceu um ponto bastante importante dessa história toda. A moça contou que advogada, Olívia Pinto, já entrou com um pedido de prisão do cantor caso ele não corrija os valores dos dois últimos meses.

Vivendo apenas de seu trabalho na internet atualmente, Mileide revelou que precisa do valor pago pelo cantor para manter o padrão de vida do filho: “Hoje sou digital influencer. O que recebo é incerto. Hoje tenho e amanhã não, não é um valor fixo. O Wesley não pode alegar que eu seja tão bem-sucedida para oferecer ao nosso filho um padrão como o que ele oferece. Eu nem ia brigar por isso, mas só por esse massacre que estou passando, agora vou até o fim. Cheguei no meu limite de humilhação e desprezo. Não fui uma namoradinha dele. Fomos casados por oito anos e meio. Meu filho foi planejado por mim e por ele durante cinco anos! Meu filho não é um acidente para ser excluído dessa maneira”, disse Mileide.

Mileide também contou que quando se separou de Safadão não impôs nenhum tipo de valor para pagamento da pensão, pois havia acreditado em tudo que o cantor falou sobre o sustento do filho deles: “Na verdade, eu confiei inteiramente nele e em tudo o que ele me disse, assinei todos os documentos. Eu nunca fui para a Justiça porque eu tinha uma confiança, uma gratidão e um respeito pelo que tínhamos vivido. Fui assinando e confiando. Nunca faltou nada para mim e para o meu filho. Mas de dois meses para cá ele resolveu diminuir a pensão”, afirmou.

A moça ainda contou que mora no coração de Fortaleza e que por lá o padrão de vida é bastante alto: “Quando ele desconta R$3.600, fica R$5.400. Não paga nem meu supermercado! Sei que muitas famílias vivem com um salário mínimo. Mas faço de tudo para manter o padrão a que meu filho está acostumado. Ele vê um mundo diferente na casa do pai”, contou ela, reclamando das notas que afirmaram que os gastos que Wesley teria por fora, além da pensão, seriam referentes à troca de carro anual de Mileide, além dos gastos que ele tem com a compra de uma unidade de uma rede de salão para ela e da loja que ele montou para a ex trabalhar.

O fato mesmo é que Mileide ainda parece ser muito magoada com a separação de Wesley, principalmente por dizer que o ex já se relacionava com a atual esposa Thyane Dantas, quando eles ainda eram casados:

“Todas as vezes que meu filho vai para lá, nunca consigo me comunicar com ele, não consigo que me atendam. Isso é esmagador para uma mãe! O Wesley não atende o telefone. E mesmo que meu filho peça para falar comigo, eles não me colocam em contato ele. Sou mãe dele! Vejo que é um problema pessoal. Ele ultrapassa o próprio filho para me atingir. É humilhação desnecessária. Nunca falei nada, mas existe um momento em que você precisa gritar. Protegi a imagem dele, que nunca teve consideração. Não sinto mais nada por ele como mulher. Mas sou mãe do filho dele e não quero ver o menino sofrer”, contou, com a voz embargada.

Fonte: Revista QUEM

Com medo de ser corno homem colar a vagina da esposa com Super Bonder

Um homem de 28 anos de idade foi preso no interior de Pernambuco depois de colar a genitais de sua esposa com super bonder. A esposa foi levada às pressas para o hospital e sofreu complicações médicas e dor excruciante.

O homem disse aos policiais que colou as genitais da mulher com medo de ser corno, “Eu não confio nela, ela fica o dia todo em casa sozinha mexendo no Whatsapp e facebook e eu passo o dia no trabalho.

Conforme a delegada, a agressão aconteceu na última quarta-feira (13), na casa em que o casal mora, no interior de Pernambuco. O acusado teria colado às partes intimas da mulher enquanto ela dormia.

O suspeito Francisco Severino da Silva, que não tinha passagem pela polícia, teve a liberdade provisória decretada pela Justiça e responderá pelos crimes de lesão corporal, violência doméstica em liberdade.

Clã Sarney quer impedir construção do Hospital do Servidor e do Hospital da Ilha

Do Blog do Garrone
Com a proximidade das eleições, o clã Sarney decidiu utilizar uma tática vil para prejudicar o governador Flávio Dino. Até as eleições, eles tentarão, via Justiça, paralisar as obras do governo do Estado, sem se importar se elas serão importantes para a população maranhense ou não.

O caso mais nítido dessa tática eleitoral rasteira é o Hospital do Servidor. O ex-secretário de Saúde, Ricardo Murad, responsável por tirar dos servidores maranhenses a unidade exclusiva, agora persegue novamente os trabalhadores do Estado e tenta, pela via judicial, paralisar as obras do novo Hospital do Servidor, que está prestes a ser concluído, atrás do Carlos Macieira.

Cumprindo as ordens de José Sarney, Murad faz alegações absurdas para impedir que Flávio Dino entregue aos servidores um hospital equipado e digno, e devolva o que deles foi tirado no governo Roseana. Prestes a ser inaugurado, o Hospital do Servidor será uma referência e beneficiará mais de 100 mil pessoas de todo o Maranhão.

Outro projeto de grande importância para a saúde da Região Metropolitana, que atenderá mais de um milhão de pessoas, o Hospital da Ilha funcionará como urgência e emergência e como complementação aos Socorrões de São Luís, mas também está sofrendo com a perseguição sarneyzista.

A ação das duas empresas que perderam o certame licitatório tem como principal objetivo impedir o início das obras do Hospital da Ilha. Com a maléfica iniciativa, o grupo Sarney ratifica sua sede pelo poder e privilégios sem se importar com os maranhenses.

“A maldade dos chefes das 3 famílias que mandavam no Maranhão é sem limites. Agora estão tentando parar as obras do Hospital do Servidor e impedir o início das obras do Hospital da Ilha, que vai substituir o Socorrão. Não pensam nas pessoas, só em poder e privilégios”, denunciou Flávio Dino nas redes sociais.

Assim como fizeram com o Hospital de Traumatologia e Ortopedia (HTO), que virou referência na sua área de atuação, o clã Sarney tenta impedir os avanços na saúde. Saúde essa que eles surrupiaram com desvios bilionários para elegerem seus filhos e manter as vidas de luxo às custas do dinheiro do povo do estado.

Juiz Sérgio Moro diz que blindagem de delatores é importante para futuros acordos

Responsável pelas ações da Lava Jato no Paraná, Moro levantou o sigilo que protegia a decisão contra empresas e delatores que colaboram com os procuradores nas investigações. 
O juiz Sergio Moro defendeu nesta quarta (13) a decisão em que restringiu o uso de informações compartilhadas pela Operação Lava Jato com cinco órgãos do governo federal e o Tribunal de Contas da União, em meio a dúvidas sobre o impacto que a medida terá para as empresas sob investigação.

Responsável pelas ações da Lava Jato no Paraná, Moro levantou o sigilo que protegia a decisão, cuja existência foi revelada pela Folha. Ela proíbe os órgãos de controle de usar informações da Lava Jato contra empresas e delatores que colaboram com os procuradores à frente das investigações.

Assinado em 2 de abril, o despacho de Moro atingiu AGU (Advocacia-Geral da União), CGU (Controladoria-Geral da União), Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), Banco Central e Receita Federal, além do TCU.

Esses órgãos têm entre suas obrigações a busca de reparação de danos causados aos cofres públicos e a aplicação de multas e outras penalidades de caráter administrativo a empresas como as empreiteiras investigadas pela Lava Jato.

Na decisão de abril, Moro não só proibiu o uso de informações da operação em ações contra colaboradores como condicionou à sua autorização o prosseguimento de medidas que já tenham sido tomadas contra eles com base em documentos da Lava Jato.

No despacho desta quarta, Moro afirmou que a blindagem é necessária para proteger empresas e delatores, e para não inviabilizar negociações com novos colaboradores.

“Há uma questão óbvia, a necessidade de estabelecer alguma proteção para acusados colaboradores ou empresas lenientes contra sanções de órgãos administrativos, o que poderia colocar em risco os próprios acordos e igualmente futuros acordos”, escreveu.

Segundo o juiz, “é inapropriado que os órgãos administrativos, que não têm aderido aos acordos [fechados pelo Ministério Público Federal], pretendam servir-se das provas através deles colhidas contra os próprios colaboradores ou empresas lenientes.”

Moro afirmou que sua decisão não impede que investigações conduzidas por outros órgãos prossigam, desde que as provas compartilhadas pela Lava Jato não sejam usadas contra os colaboradores.

Em seus acordos com a Lava Jato, as empreiteiras Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa e Odebrecht reconheceram crimes, forneceram provas e aceitaram pagar R$ 5,5 bilhões em multas em troca de redução de penas na esfera criminal, mas não ganharam imunidade na área cível.

As três empresas negociam agora acordos de leniência com a AGU e a CGU para estender os benefícios alcançados com os procuradores e continuar fazendo negócios com o setor público. Esses acordos ainda não foram assinados e ainda terão que ser submetidos ao aval do TCU.

O ministro da Transparência e da CGU, Wagner Rosário, disse que, na sua avaliação, a decisão de Moro não alcança a reparação de danos pelas empresas, porque ela é definida pela legislação como uma obrigação, e não uma sanção.

Mas advogados que trabalham para as empresas dizem que a decisão de Moro abre caminho para contestar valores propostos pelos órgãos de controle se ficar claro que foram calculados com base em informações da Lava Jato.

A AGU e o TCU informaram que ainda vão avaliar a decisão de Moro para definir os procedimentos que adotarão. Com informações da Folhapress.

Pai leva filhas para delegacia após assistir roubo em mercado e paga produtos furtados

Um homem levou suas duas filhas para a delegacia nesta terça-feira (12) após assistir um vídeo em que as irmãs roubavam três garrafas de vodca de um supermercado de Eunápolis (BA). As imagens das câmeras de segurança foram divulgadas pela polícia.

De acordo com o G1, Nilsilane de Jesus Farias, de 27 anos, e Nilciléia de Jesus Farias, de 24, assaltaram o estabelecimento no sábado (12). Além de entregar as jovens, o pai ainda pagou o valor dos produtos roubados, que seria equivalente a R$ 600. A dupla vai responder por furto qualificado em liberdade.

Brasil: Supremo debate artigo da Lei Eleitoral que restringe sátiras políticas

Atores do “Zorra” fizeram paródia e interpretaram os prováveis presidenciáveis num esquete exibido em abril – Raquel Cunha / Divulgação/TV Globo
A paródia musical registrada na foto acima marcou a estreia da atual temporada do “Zorra”, em abril, na Globo. Em ano eleitoral, porém, piadas envolvendo a situação política do país correm o risco de ser proibidas três meses antes da votação. Nesta quarta, dia 13, em Brasília, o Supremo Tribunal Federal (STF) irá julgar definitivamente o mérito da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 4451, II e III, que suspendeu os dispositivos da Lei Eleitoral que restringem a liberdade de expressão e de imprensa durante o período eleitoral.
A ação, movida pela Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e TV (Abert), resultou numa liminar, em vigor desde 2010, que suspendeu temporariamente o artigo 45 da Lei Eleitoral. Segundo ele, era “ vedado às emissoras de rádio e televisão, em sua programação normal e noticiário usar trucagem, montagem ou outro recurso de áudio ou vídeo que degrade ou ridicularize candidato, partido ou coligação”.
— Essa ação demorou muito para ser julgada. Agora, com a proximidade das eleições, voltou a ser discutida. Os ministros estão sensíveis a essa questão, e a tendência é que a liminar venha mesmo a se confirmar — diz Gustavo Binenbojm, advogado da Abert no caso e professor titular da faculdade de Direito da Uerj. — Esses dispositivos da lei criam uma censura no período eleitoral e enfraquecem o debate público.O humorista Fábio Porchat esteve no Supremo na semana passada para discutir o risco de restrição à comédia – Roberto Moreyra
Na quinta-feira da semana passada, o advogado da Abert esteve em Brasília acompanhado dos humoristas e roteiristas Fábio Porchat, Bruno Mazzeo e Marcius Melhem, que assina a redação final dos roteiros do “Zorra”. O grupo esteve no Supremo num encontro com o ministro Alexandre de Moraes, atual relator da ação. Na pauta da conversa estava a liberdade de expressão do humor durante o período eleitoral.
— Fomos ao Supremo para conversar com o ministro, entender o que está acontecendo, e mostrar qual é a nossa visão sobre isso tudo — conta Porchat.
Um dos sócios do coletivo de humor Porta dos Fundos, o apresentador do “Programa do Porchat”, na Record, e do “Papo de segunda”, no GNT, organizou uma passeata no Rio, em 2010, às vésperas de a ação ser julgada.
— A ideia é que essa lei caia definitivamente. A liminar de 2010 nos permitiu seguir com as sátiras durante as eleições nestes últimos anos. A gente luta para que todos possam fazer piada sobre qualquer assunto — defende o humorista.
COMPARAÇÃO COM TRUMP
Porchat ironiza a situação dos políticos que não querem ser alvo de piadas:
— Por que eles não querem ser satirizados apenas durante as eleições? Que medo é esse que eles têm do humor? Nosso papel é justamente questionar e jogar luz em determinados assuntos. Isso é censura. Estamos falando sobre liberdade de expressão. É como se a culpa de todo esse descaso da política e de toda a corrupção fosse do humor. Algum outro político foi mais sacaneado do que Donald Trump? E mesmo assim ele foi eleito presidente dos Estados Unidos.
Topo