8 ELETRODOMÉSTICOS QUE MAIS CONSOMEM ENERGIA ELÉTRICA EM SUA CASA


Todo mundo gosta e precisa de economizar energia elétrica.


Para economizar na conta sua de luz você precisa evitar o desperdício de energia elétrica, ficar de olho nas suas instalações elétricas e optar por equipamentos que consomem menos energia.

Veja a seguir os maiores ladrões de energia elétrica em sua casa e algumas dicas de como neutralizá-los!

Geladeira

A geladeira representa em média 25% a 30% do valor da sua conta de luz. Para economizar nesse “vilão da economia”, siga estas dicas:
Instale a geladeira em local bem ventilado, desencostada de paredes ou móveis, longe de raios solares e fontes de calor, como fogões e estufas.
Nunca utilize a parte traseira da geladeira para secar panos, roupas e sapatos.
Ajuste o termostato a cada troca de estação, conforme a necessidade, de acordo com o manual de instruções do fabricante.
Degele e limpe a geladeira com frequência. Alimentos estragados devem ser descartados para evitar que a geladeira gaste energia gelando esses alimentos.
Revise as borrachas de vedação da porta. Se os alimentos estiverem “suando” ou não gelarem o suficiente, procure trocar as borrachas.
Se organize para guardar ou retirar alimentos e bebidas de uma só vez. Assim, você não ficará abrindo a porta da geladeira sem necessidade.
Nunca coloque alimentos quentes ou recipientes com líquidos destampados na geladeira. Isso leva a um esforço maior do motor.
Não bloqueie a circulação interna de ar frio com excesso de alimentos, prateleiras de vidro, de plástico ou de outros materiais.
Na hora de comprar uma geladeira nova, prefira um modelo de tamanho compatível com as necessidades de sua família. E lembre-se sempre de verificar o consumo declarado pelo fabricante e também se a geladeira tem o selo de economia de energia INMETRO/PROCEL.

Chuveiro Elétrico




O chuveiro elétrico também representa de 25% a 35% do valor da sua conta (junto com a geladeira, é mais da metade do custo de energia na casa).

Preste atenção nestas dicas de economia de energia elétrica:
Nos dias quentes, coloque o chuveiro na posição “verão”. Nesta posição, o consumo será cerca de 30% menor do que na posição “inverno”.
Deixe o chuveiro ligado somente o tempo necessário para o banho. Os banhos demorados custam muito caro.
Limpe periodicamente os orifícios de saída de água do chuveiro.
Nunca reaproveite uma resistência queimada. Isso provoca o aumento do consumo e coloca em risco a sua segurança.
Faça uma campanha em sua casa de diminuir o tempo do banho.
Se possível, procure tomar banho antes das 18h ou depois das 21h. Fora do horário de pico, a energia é mais barata.

Lâmpada

A iluminação representa de 15% a 25% do valor da sua conta. Veja como é simples economizar:
Evite acender qualquer lâmpada durante o dia, acostumando-se a usar mais a iluminação natural. Abra janelas, cortinas, persianas e deixe a luz do dia iluminar sua casa. Além de ser mais econômico, é mais saudável.
Apague sempre as lâmpadas dos ambientes desocupados.
Utilize somente lâmpadas 127 ou 220 volts, compatíveis com a voltagem da rede da CPFL. Lâmpadas de voltagem menor do que a da rede duram menos e queimam com facilidade.
Limpe sempre as lâmpadas, luminárias e lustres. A sujeita atrapalha a passagem da luz e pode causar curtos circuitos.
Cada ambiente deve ter um tipo de iluminação adequada. Tanto a falta como o excesso de iluminação prejudicam a visão.
Nos banheiros, cozinha, lavanderia e garagem, instale, se possível, lâmpadas fluorescentes. Elas iluminam melhor, duram mais e gastam menos energia.
Para você ter ideia, uma lâmpada fluorescente (tubular, compacta ou circular) de 15 a 40 watts ilumina tanto quanto uma incandescente de 60 watts.
Se, para iluminar sua cozinha, você utiliza uma lâmpada incandescente de 100 watts, ao substituí-la por uma fluorescente de 32 watts (circular), estará economizando 2/3 da energia e tendo uma durabilidade de 5 a 10 vezes maior. Assim, você economizará energia e terá a mesma luminosidade.

Televisor

As televisões representam em média 10% a 15% do consumo de energia elétrica. Siga estas dicas e economize mais:
Junte a família para assistir TV. Além de economizar, você ainda passa mais tempo em família.
Se for comprar uma TV, prefira aquelas com sistema de economia de energia. Caso você se ausente por algum tempo de frente da TV, ela desliga a imagem automaticamente.
Tome sempre cuidado para não dormir com o televisor ligado. Além de atrapalhar o sono ainda gasta muita energia. Se estiver sonolento, televisores mais modernos possuem uma função soneca que desliga o aparelho depois de algum tempo.
Lembre-se de desligar da tomada caso não vá mais utilizar o equipamento (sim, só por estar na tomada já consome energia).
Procure analisar o selo de economia de energia INMETRO/PROCEL.

Ar Condicionado

Os condicionadores de ar representam em média 2% a 5% do valor da sua conta de luz. Para economizar, tome estes cuidados:
Instale o aparelho em local com boa circulação de ar.
Compre um aparelho adequado ao espaço e características do ambiente. Quanto mais adequado, menor o consumo.
Mantenha portas e janelas fechadas, evitando assim a entrada de ar do ambiente externo.
Limpe sempre os filtros. A sujeira impede a livre circulação do ar e força o aparelho a trabalhar mais.
Mantenha o aparelho sempre desligado quando você estiver fora do ambiente por muito tempo.
Procure analisar o selo de economia de energia INMETRO/PROCEL.

Torneira Elétrica

A torneira elétrica consome muita energia (normalmente possui uma resistência tipo de chuveiro), portanto, se possível, use-a somente em caso de necessidade.

Evite também ligá-la no verão, quando geralmente a água já é mais quente.

Máquina de Lavar Roupa

A máquina de lavar roupa representa de 2% a 5% do valor da conta de energia elétrica (as que lavam e secam representam muito mais). Para economizar, tome estes cuidados:
Procure ligar a máquina só quando ela estiver com a capacidade máxima de roupas indicada pelo fabricante. Isso vai ajudar você a economizar energia e água.
Limpe frequentemente o filtro da máquina.
Utilize somente a dosagem correta de sabão indicada pelo fabricante, para que você não tenha que repetir a operação “enxaguar”.
Leia com atenção o manual do fabricante e aproveite ao máximo a capacidade da sua máquina de lavar roupa.

Ferro Elétrico

O ferro elétrico representa de 5% a 7% do valor da sua conta de luz. Procure usá-lo corretamente:
Acumule o maior número de peças de roupa para ligar o ferro o mínimo de vezes. O aquecimento do ferro também consome muita energia.
Comece a passar a roupa sempre pelos tecidos que exigem temperaturas mais baixas. Ferros automáticos têm indicadores de temperatura para cada tecido.
Sempre que você precisar interromper o serviço, não se esqueça de desligar o ferro. Assim você poupa energia e ainda evita o risco de acidentes.


FONTE:

CPFL Energia

Neto Evangelista garante Núcleo da Defensoria Pública para área Itaqui-Bacanga

O deputado estadual Neto Evangelista (DEM) garantiu, por meio de emenda parlamentar aprovada na última quarta-feira (12), recurso para implantação de um Núcleo da Defensoria Pública na área Itaqui-Bacanga, no município de São Luís. A iniciativa é um compromisso de campanha do parlamentar.

A destinação atende a um projeto do órgão, intitulado “Defensoria Perto de Você”, que visa prover assistência jurídica integral e gratuita aos hipossuficientes e vulneráveis nas comunidades periféricas com grande densidade populacional e baixo índice de desenvolvimento humano.

Para o parlamentar, garantir à população o acesso ao Poder Judiciário é, também, uma forma de contribuir para o exercício da cidadania. “A efetivação desse Núcleo pressupõe a superação de barreiras, bem como simplifica a acessibilidade das partes ao Poder Judiciário, na medida em que aproxima os cidadãos dos órgãos julgadores. Estou apenas cumprimento meu papel, possibilitando o exercício de direitos fundamentais”, disse.

A implementação do Núcleo adotará uma solução sustentável e de baixo custo, uma vez que, utilizará sistema de placas solares fotovoltaicas para diminuir os gastos mensais com contas de energia e, acima de tudo, colaborar com a preservação do meio ambiente.





Insano! Jornal dos Sarney diz que entrega de ambulâncias prejudica saúde no MA



A acachapante derrota nas eleições deste ano parece que mexeu até com a sanidade mental dos sarneyzistas. Veículo usado para as mais diversas pirotecnias jornalísticas no intuito de atacar o governo Flávio Dino, o jornal O Estado do Maranhão traz, em sua edição de hoje, mais uma pérola que merece ser estudada até em âmbito acadêmico.

O pasquim tenta jogar toda a culpa na crise do sistema de saúde de São Luís nas costas do Estado. E, para isso, chegou a afirmar até que o investimento de cerca de R$ 32 milhões em ambulâncias para as prefeituras de quase todas as cidades do Maranhão “reforçou a vinda de pacientes que chegam aos Socorrões”.

Além de colocar nas costas do Governo do Estado uma culpa que não é dele, o jornal dos Sarney tenta deturpar uma das mais notáveis ações de Flávio Dino no objetivo de afirmar que ela, em vez de ajudar, acabou prejudicando.

O que o pasquim da oligarquia não conta é que as mais de 200 ambulâncias entregues pelo governo do Estado fazem parte de uma nova reestruturação da saúde pública no Maranhão, que conta com hospitais macrorregionais para o suporte aos municípios e, por isso, o uso das ambulâncias.

O editorial do moribundo jornal dos Sarney é somente mais uma prova da insanidade jornalística praticada por todos os asseclas da oligarquia diariamente.





Quinta feira (13) com dois graves acidentes e morte, envolvendo motoqueiros em Bom Jardim-MA.


Dois graves acidentes nesta quinta feira (13) na cidade de Bom Jardim-MA, deixando uma vitima em estado grave, no outro acidente teve uma vitima fatal vindo a óbito ainda no local. 

Um dos acidentes foi em uma encruzilhada que fica centralizada com acesso a Rua Miguel Meireles, Rua Nova e Rua 07 de Setembro, que além de perigosa não tem uma placa de sinalização. E ontem por volta das 19:00hs dois motoqueiros se colidirão deixando um dos condutores conhecido como Raimundinho, gravemente ferido tendo que ser transferido as pressas para o hospital regional de Santa Inês-MA, segundo informações o caso do mesmo foi grave que teve Que ser encaminhado para capital do Estado São Luis-MA. até o fechamento dessa matéria não obtivemos mais nenhuma informação sobre o estado de saúde da vitima, ainda segundo informações postada em redes sociais e grupos de whatsapp as outras pessoas envolvidas no acidente tiveram apenas ferimentos leves. 

O outro acidente aconteceu na BR 316 nas proximidades do antigo clube Belém Espaço Show, envolvendo uma outra moto e uma senhora moradora do Bairro Vila Muniz, segundo informações a senhora Benedita de Oliveira, estava indo para um festejo que estava acontecendo na igreja Santa Luzia, no bairro Altos dos Praxedes, informações de parentes da vitima que ela veio a óbito no local do acidente, não temos informações do estado de saúde do motoqueiro. Fonte: nonatonascimento.com
Benedita de Oliveira


Tenho um processo em andamento e não quero continuar com o advogado, como devo proceder?

Não é muito raro nos escritórios de advocacia atendimentos de pessoas informando que possuem um processo em andamento na justiça, porém não mais conseguem entrar em contato com o advogado constituído, ou mesmo, que não há mais interesse em prosseguir com aquele advogado na ação judicial, tampouco sabem informações do processo. Nesse momento paira a pergunta: E agora?

Inicialmente é importante o advogado não constituído orientar a procurar o profissional constituído e solucionar o impasse, pode ter sido um mero problema na comunicação Cliente x Advogado. Se mesmo assim, por mera liberalidade, o cliente não queira mais permanecer com o referido profissional, informe que deverá ser requerido um substabelecimento sem reserva de poderes, para que seja outorgado poderes ao novo advogado.

Contudo, nem sempre o processo está parado por conta da morosidade processual, pelo contrário, o processo encontra-se em andamento. Nesse caso, também, é importante esclarecer, sem denegrir a imagem do colega, apenas informando a realidade dos fatos em razão da ética e moralidade.

Se o cliente desejar trocar de advogado, este deverá entrar em contato com o colega requerendo o substabelecimento (conforme aduzido anteriormente). E, na impossibilidade do substabelecimento, seja por negativa do causídico, seja por não saber o paradeiro deste, poderá se utilizar o procedimento padrão: encaminhar uma notificação ao advogado com Aviso de Recebimento (AR Correios), informando a cassação dos poderes, que será juntado ao processo junto com a procuração outorgada pelo cliente.

Sendo assim, caso você esteja passando por essa situação, seja na condição de cliente ou na condição de advogado é muito importante saber como proceder, pois, tal situação não é tão rara de acontecer.

Em caso de dúvidas pode requer informações junto a Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil, bem como, se na sua cidade houver uma Subseção da OAB, ou até mesmo via internet através do site do Conselho Nacional dos Advogados.

Por Dara Carvalho – Márcio Beckmann Advogados





Evandro Celular e suas novidades, celulares de 16 e 32 gigas com preços imperdíveis: 600,00, 900,00 e 1000,00 R$

A Loja de Aparelhos e Manutenção de Celulares " Evandro Celulares" está com muitas novidades para você cliente. Um infinidade de produtos com preços especiais pra você aproveitar. Capas para o seu aparelho, em diversos modelos, cores e estampas. Tá precisando de um aparelho celular, aproveita agora e visite a loja que você vai encontrar vários modelos e no seu estilo, tudo isso facilitado pra você com preços que cabem no seu bolso.

A loja fica localizada no Mercado Central de Zé Doca. " Evandro Celular" ainda compra seu aparelho usado para retiradas de peças, manutenção e atualização de celulares e peças. 

Confira as novidades! venha até nossa loja e veja nossos produtos:













Fazenda sugere a governo Bolsonaro fim do abono salarial e revisão do reajuste do mínimo

Resultado de imagem para abono salarialPor Marcela Ayres

BRASÍLIA (Reuters) - O Ministério da Fazenda sugeriu ao novo governo uma segunda rodada de reformas depois de aprovada a mudança nas regras da Previdência, contemplando medidas como a revisão da política de reajuste do salário mínimo e o fim do abono salarial, para controle dos gastos públicos e direcionamento dos benefícios sociais aos efetivamente mais pobres.

Em documento sobre os feitos da atual gestão e os desafios que se colocam para o governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), divulgado nesta quarta-feira, a Fazenda avaliou que a nova política de reajuste do mínimo deve ser condizente com os níveis salariais do setor privado e compatível com a atual situação de aperto fiscal.

Estimativas do time econômico apontam que cada 1 real de elevação no valor do salário mínimo implica necessidade adicional de 304 milhões de reais em gastos da União. A regra atual de reajuste estipula que o salário mínimo deve ser corrigido pelo INPC dos 12 meses anteriores somado ao crescimento da economia de dois anos antes. 

O governo de Jair Bolsonaro, inclusive, deverá decidir logo nos primeiros meses do ano como será a nova fórmula de cálculo do salário mínimo, que baliza o pagamento a servidores e aposentados, com forte relevância orçamentária. Isso deverá ser feito até 15 abril, quando deverá enviar ao Congresso o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2020.

Sobre o abono salarial, a Fazenda avaliou que representa "um programa que beneficia população distante da pobreza extrema, por ser composta por indivíduos que estão empregados e no setor formal da economia".

O abono consiste no pagamento de um salário mínimo a cada ano ao trabalhador, para suplementação de renda segundo critérios legalmente estabelecidos. Na proposta orçamentária de 2019, estão previstos 19,2 bilhões de reais para o benefício.

No grupo de reformas de políticas sociais, a Fazenda vê ainda a necessidade de mexer em mais cinco frentes. Entram nesse bojo a realização de uma reforma da Previdência dos militares, a formatação da aposentadoria rural como programa assistencial e a revisão do Benefício de Prestação Continuada (BPC), voltado para idosos e pessoas com deficiência.

Na visão da pasta, o BPC "representa custo mais elevado, alto nível de judicialização e menor focalização nos pobres, quando comparado com outros programas sociais, como o Bolsa Família". Para 2019, a proposta de Orçamento prevê 59,2 bilhões de reais para o BPC e para a Renda Mensal Vitalícia, beneficiando 4,9 milhões de pessoas.

Em comparação, o Orçamento do Bolsa Família no ano que vem é de 29,5 bilhões de reais, para atendimento de 13,6 milhões de famílias.

Fechando o grupo de sugestões da Fazenda estão ainda uma reforma do FGTS "para reduzir o prejuízo causado aos trabalhadores pela sub-remuneração das contas e, ao mesmo tempo, torná-lo um instrumento complementar de financiamento do seguro-desemprego", e a extinção do FI-FGTS "por representar um instrumento de crédito direcionado a projetos escolhidos pelo governo, sendo mais produtivo que os recursos sejam livremente alocados ou permaneçam vinculados ao financiamento habitacional".

DESIGUALDADES

No documento, a Fazenda defendeu ainda que o reequilíbrio entre receitas e despesas passa necessariamente pela reforma da Previdência, que é imperativa também para diminuir desigualdades no país.

Segundo o ministério, 41 por cento dos benefícios pagos pela Previdência Social vão para os 20 por cento mais ricos, ao passo que somente 3 por cento dos recursos vão para os mais pobres.

A Fazenda apontou que o novo governo também deve se debruçar sobre os gastos com pessoal, uma vez que 79 por cento das despesas com folha de pagamento do governo federal vão para os 20 por cento mais ricos.

"A maior contenção dessa remuneração e a diminuição dos postos de trabalho no setor público teriam efeito significativo no sentido de redistribuir renda", disse o texto.

O Bolsa Família, que é considerado pela Fazenda verdadeiramente distributivo e uma exceção dentre outras políticas públicas do governo, vai na direção inversa: 44 por cento dos recursos são direcionados para os 20 por cento mais pobres.






Desça daí: Cemar é condenada por cobrança de seguro em conta de luz



A justiça do Maranhão reconheceu a ilegalidade e nulidade de uma cobrança do produto denominado ‘Seguro Plugado’, lançado mensalmente na conta de energia de uma consumidora pela Companhia Energética do Maranhão (CEMAR).

O magistrado Edmilson da Costa Lima, titular da comarca de Brejo, condenou a empresa ao pagamento de R$ 3 mil reais a título de danos morais, e à devolução, em dobro, dos valores descontados ao longo de quase seis anos, sem a autorização da consumidora.

Na ação, a cliente sustentou a ocorrência de cobranças do serviço Seguro Plugado, no valor de R$ 2,33 mês, embutidas nas faturas de energia, sem sua autorização ou contratação do serviço, pelo que alegou transtornos morais e prejuízos materiais.

A CEMAR, chamada a se defender no processo, alegou que a adesão ao seguro ocorreu espontaneamente por parte da autora; a inexistência de ato ilícito; danos morais; repetição de indébito; bem como a impossibilidade da inversão do ônus prova.

A justiça entendeu que a cliente pagou a proposta de adesão enviada pela requerida, como se fatura de energia fosse, “até mesmo pela falta de transparência e esclarecimentos por parte da concessionária requerida, que apesar do dever legal, escusa-se de informar correta e ostensivamente o consumidor do serviço”, discorreu.

O juiz entendeu que a concessionária de energia incluiu na fatura de consumo mensal a cobrança de um serviço não previamente ajustado com o usuário, induzindo o consumidor a erro.






Oportunidade! Terreno Plano 10 de frente por 25, No Condomínio Novo Horizonte em Zé Doca: veja e Entre em Contato

Topo